14 de out de 2008

Água: fonte de vida

O desafio de preservar é nosso ¹
Por Claudomir Tavares *
claudomir@infonet.com.br

Você precisa lutar por melhor qualidade de vida para a sua comunidade. Precisa se mobilizar pela água. Precisa exigir saneamento, saúde e bem-estar. Como chegar lá? Sugerimos algumas informações:

I – O mundo precisa acordar para a questão da água

Você sabia?

. Apenas 1% de toda a água existente no mundo é doce e está disponível para o uso. Do restante, 97% é água salgada e 2% formam as geleiras inacessíveis.
. Apenas 1/3 dos recursos hídricos disponíveis hoje no planeta podem ser aproveitados.
. No ano 2020 a carência de água vai afetar 2/3 da população mundial.
20% da população do planeta não tem acesso à água potável para beber.
. De 1900 a 1997 população do planeta dobrou, e o consumo da água cresceu sete vezes.
. O consumo de água em uma família de classe média nos Estados Unidos chegou a 2 mil litros por dia. Na áfrica, esse consumo é de apenas 150 litros, e milhões de famílias ainda precisam carregar água por longas distâncias.
. 70% de toda a água doce consumida no planeta destina-se ao uso agrícola em irrigação. Com o crescimento da população, esse número, já muito alto, tende a aumentar.
. 90% da água utilizada no Terceiro Mundo é devolvida à natureza sem nenhum tipo de tratamento.
. 50% dos rios do mundo estão poluídos com despejos de esgotos, resíduos industriais e agrotóxicos ou em via de serem exauridos devido ao desperdício e a má gestão dos recursos hídricos nas bacias fluviais.
. 30% das maiores bacias hidrelétricas perderam mais de metade de cobertura vegetal original, o que levou à redução da qualidade de água.
. Águas poluídas afetam a saúde de aproximadamente 1,2 milhões de pessoas e contribuem para a morte de 15 milhões de crianças com menos de 5 anos.
. A desertificação já atinge cerca de 70% das terras secas do planeta.

II – O Brasil tem muita água e precisa cuidar bem dela

Você sabia?

. Mantenha sua comunidade limpa, recicle e não jogue lixo nas ruas e nos rios. Você estará evitando a poluição da água.
. Estimule seus amigos e famílias a serem mais conscientes também. Você pode mudar suas atitudes em sua casa, em seu trabalho, em sua vida.
. Tome decisões ambientalmente corretas em sua vida diária, em termos do que consome e usa. Coma produtos que venham de uma agricultura que respeite o ambiente e que use menos pesticidas e químicos, que poluem lençóis freáticos, lagoas e rios.
. Em casa: em média, 79% do consumo de água é gasta no banheiro.
. No banho: Tome banhos cursos. Um banho demorado chega a gastar de 95 a 180 litros de água limpa. Banhos de 5 a 15 minutos economizam água e energia elétrica. Abra o chuveiro, molhe-se, feche-o, ensaboe-se e depois abra-o para enxaguar, em vez de passar o tempo todo com o chuveiro ligado.
. Na escovação dos dentes: escovar os dentes com a torneira aberta gasta até 25 litros. . Abrindo a torneira somente no início e no final da escovação, o consumo da água é de apenas 3 litros. Se usar um copo apenas para enxaguar, o consumo cai para 350 ml. Escove primeiro. Depois, abra a torneira apenas o necessário para encher um copo com a quantidade adequada para o enxágüe. É mais do que suficiente.
. Na descarga: uma válvula de vaso sanitário no Brasil chega a consumir 20 litros de água tratada quando acionada uma única vez. Aperte a válvula apenas o tempo necessário e não jogue lixo no vaso.
. No barbear: fazer a barba com a torneira aberta pode chegar a gastar 65 litros de água. Feche a torneira enquanto estiver se barbeando. Só abra no final, para enxaguar.
. Na torneira: conserte as torneiras que pingam e as privadas que vazam. Uma torneira aberta gasta de 12 a 20 litros/minuto. Pingando, chega fácil a 46 litros/dia e 16 mil litros/ano.
. Vazamentos externos: normalmente observamos mais vazamentos dentro de casa, mais lembre-se de checar torneiras externas, encanamentos e mangueiras que pingam. Eles causam enormes desperdícios.
. Verifique sempre sua conta de água e observe a média gasta a cada mês. Uma variação acentuada pode indicar vazamentos ou uso indevido, com desperdício deste precioso bem.
. Na lavagem de louça: lavar louças, panelas e talheres com a torneira aberta o tempo todo acaba desperdiçando até 105litros. O certo é primeiro escovar e ensaboar tudo e depois enxaguar tudo de uma vez.
. Use a máquina de lavar roupas e a lavadora de pratos apenas quando estiverem cheias.
. Na lavagem de carros: com a mangueira aberta o tempo todo se consome, em média, 6000 litros. Com balde, aproximadamente 60 litros.
. Limpeza de aquários: quando limpar o aquário, use a água para regar as plantas. A água está enriquecida com nitrogênio e fósforo, proporcionando um fertilizante gratuito e efetivo.
. Em geral, nunca jogue fora a água que poderia ser usada mais de uma vez.
. No jardim: sempre regue seu jardim e gramado durante as primeiras horas da manhã, quando as temperaturas são mais frias, para minimizar a evaporação. Trnha em mente que em algumas famílias isso representa 50% do seu consumo de água.
. Não use a mangueira para limpar a calçada. Prefira uma vassoura, é mais adequada para a tarefa.

III – Acabar com a poluição nos rios e marés é uma questão de tempo

Veja quanto tempo à natureza leva para decompor cada material:

. Papel: de 3 a 6 meses.
. Vidro: 1 milhão de anos.
. Pano: 6 meses a 1 ano.
. Borracha: tempo indeterminado.
. Metal: mais de 100 anos.
. Nylon: mais de 30 anos.
. Chiclete: 5 anos.
. Filtro de cigarro: 5 anos.
. Plástico: mais de 100 anos.
. Madeira pintada: 13 anos.

IV – Sobre o lixo:

Cada brasileiro produz, em média, 365 kg de lixo por ano:

. O Brasil joga no lixo 4,5% do seu PIB (Produto Interno Bruto).
. Cada brasileiro gera entre meio e um quilo de lixo por dia.
. O país produz 90 mil toneladas de lixo por dia, o que corresponde a uma fila de 90 km com 12 mil caminhões de lixo cheios de lixo.
. Quase 60% dos municípios não dão um destino final ao seu lixo.
. Atualmente já reciclamos do lixo que produzimos 40% do alumínio, 37% do papel, 35% do vidro e 15% do plástico.
. O Brasil recicla somente 1,5% do lixo orgânico urbano.
. Apenas 140 cidades brasileiras possuem um programa de coleta seletiva do lixo.
. Na destinação final do lixo, 76% vão para o “Céu Aberto”, 13% para o aterro controlado, 10% para o aterro sanitário e 1% para usina de compostagem.
. Cerca de 20 milhões de toneladas de alimentos foram jogados fora no País.

V – Ecodicas para reduzir o lixo:

Todo mundo, enquanto cidadão, pode fazer uma grande diferença com pequenas ações. Não perca tempo e adote essas idéias:

. Pense duas vezes antes de jogar alguma coisa no lixo. Você pode reutilizá-la? Pode ser útil a outra pessoa?
. Consuma somente o que for realmente necessário.
. Tente reduzir a quantidade de materiais que são utilizados e comprados.
. Compre itens com menos embalagens ou com embalagens recicláveis e não tóxicas.
. Reutiliza recipientes e qualquer outro item que puder.
. Utilize os papéis dos dois lados.
. Sempre que possível, procure produtos com pepel reciclado.
. Dê preferência às sacolas de papel quando for fazer compras.
. Promova ações para cobrar dos responsáveis a garantia do destino final e adequado dos materiais.
. Implante em sua casa, condomínio, escola ou escritório atividades voltadas para o combate ao desperdício (água, luz), redução de lixo, reutilização de materiais e coleta seletiva.
. Se puder localizar uma cooperativa de catadores ou algum tipo de organização que recolha materiais recicláveis, use e combine os períodos de coleta.
. Divulgue seus pontos de vista, escreva cartas a jornais, rádio e órgãos públicos enfatizando a necessidade de reduzir o lixo e estimular a reciclagem.
. Motive as escolas a criarem cursos, centro de informação e programas de reciclagem.
. Repense seus valores. A natureza agradece.
________________________________
* Secretário Geral do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Japaratuba (CBHJ) e da Sociedade Sócio-Ambiental do Vale do Japaratuba (SOS Rio Japaratuba)

Nota:

¹ Com informações da Cartilha ‘DE OLHO NO AMBIENTE’ (Petrobrás).
.

Nenhum comentário: