22 de dez de 2010

Caminhadas: mais úteis que academias

Nos últimos anos tem se proliferado as academias em cidades como Propriá e Japaratuba. A frequencia de pessoas que procuram estes espaços para malhar é cada vez mais crescente.


Para que estas academias pudessem cuprir com suas funções sociais e atender plenamente os requisitos de atender os seus clientes, estas deveriam seguir algumas regras fundamentais, elementares, como exigir um exame médico básico de seus clientes e manter no local um profissional de Educação Física - não os fazem.

Especialistas no assunto não se posicionam conra as academias nem a relevância dos seus serviços, mas questionam a precarização dos mesmos, pois muitas delas funcionam com momitores, que não obstante as melhores intenções (e destas o Inferno está cheio), estes não estariam preparados para uma situação de risco que precisasse de uma intervenção.

As caminhadas (a divergência stá no horário, se matutinas ou vespertinas) segundo estes especialistas consultados, são os meios mais recomendados e os resultados mais consistentes, dizem.

Assim, ponto para aqueles que diariamente são saudados pela Tribuna da Praia nas ruas, avenidas e rodovias de Pirambu, Propriá e Japaratuba.

Por Claudomir Tavares (via celular)

Tartarugas são atrações na praia de Pirambu

A temporada 2010-2011 (setembro a março) de desova das tartarugas marinhas em Pirambu reservou uma novidade: é que o Projeto Tamar, responsável pela preservação das espécies desde 1980 decidiu manter os ovos depositados pelos quelônios em seus próprios ninhos localizados no longo dos km's 1 e 2 (da foz do Rio Japaratuba a sede da Reserva Biológica de Santa Isabel), ao invés de levá-los ao cercado na sede do Projeto.


A quantidade de ninhos tem despertado a atenção de turistas, mas o que poderia constituir em uma curiosidade por parte deste contingente de pessoas qe visitam Pirambu neste período, pode constituir-se em uma ameaça ao livre e natural ciclo de vida dos simpáticos, símbolo de Pirambu no mundo.

Segundo Rui Bolivar, proprietário do Restaurante Pirambeleza, "a manutenção dos ovos em ninhos de desova consolida uma parceria tartaruga-turista", disse. O que deveria ser coibido era o trânsito de veículos na areia da praia, um atentado, transgressão a Lei dos Crimes Ambientais", acrescenta.

"A intenção do Projeto (Tamar) em deixar os ovos no local tem o objetivo de sensibilizar o turista para a necessidade de respeitar a Lei da Natureza e não de atrai-los ao local", justifica Adriano Henrique, funcionário da Fundação Pro-Tamar.

Sobre a circulação de veículos na praia de Pirambu, este portal defende a formação de uma força-tarefa envovendo Projeto Tamar, Prefeitura de Pirambu, Pelotão Ambiental, Polícia de Trânsito, entre outros órgãos que possam ser recrutados para esta árdua, necessária e premente tarefa.

Por Claudomir Tavares (via celular)

18 de dez de 2010

Os 38 anos do Santos Futebol Clube (Pirambu)

O Santos Futebol Clube, um dos mais tradicioais de Pirambu, ficou mais velho na última quarta-feira, 15 de dezembro.

Fundado em 1972, o glorioso alvi-negro praiano do litoral Norte de Sergipe completou 38 anos, sendo aquele que ao longo de sua trajetória acumulou o maior volume de vitórias e títulos (torneios e campeonatos) memoráveis (o que lhe valeu o apelido de papa-torneio), como o bi-campeonato municipal de 1988 e 1989, entre outros, quase sempre sobre seu maior rival, o Guarany Futebol Clube, fundado em 25/05/1969.

O Santos protagonizou momentos de grande relevância em nosso esporte, quando nas décadas de 80 e 90 (século XX) polarizava as alternâncias intercalados com o surgimento de equipes e ascensão daquelas já existentes, também importantes, como Pirambuense (campeão de 1991), Internacional (campeão de 1995) e mais recentemente o Santa Cruz (campeão de 2009) e o Goiás, atual campeão municipal 2010 de futebol.

Parabéns a todos que de forma direta ou indiretamente contribuíram para o sucesso desta epopéia que tem sido a trajetória do Santos, o clube mais popular do futebol pirambuense. Segue uma relação em aberto:

- João Vieira Nunes (João Cacetão)
- Antônio Vieira Nunes/Tonho Grande
- Francisco Dias da Cruz/Quinho
- Antônio Constantino da Silva
- Wilson dos Santos Cruz/Piasa
- Wilson das Virgens/Tedoro
- José dos Santos/Patola
- José Dias da Cruz/Gaucho
- Rubens Oliveira Bastos/Exator
- João Carlos Menezes de Carvalho/Carlos de Cita
- Davi Oliveira
- Heribaldo Correia de Carvalho/Badinho

E tantos outros que ao citá-los cometemos o pecado involuntário de omitir seus nomes.

Por Claudomir Tavares (via celular).

PT completou 25 anos em Pirambu

Fundado através de iniciativa do professor Claudomir Tavares da Silva, a época estudante secundarista, em 14 de Novembro de 1985, o PT completou 25 anos de instalado em Pirambu na última terça-feira.


Atualmente é um dos partidos mais importantes da política local, tendo inclusive disputado a eleição municipal de 2008, quando Vado de Gago perdeu a prefeitura por apenas 121 votos disputando contra o poder econômico e as máquinas municipal e estadual.

Ao longo de sua História, o partido esteve presente em lutas sindicais, estudantis e populares. Elegeu seu primeiro vereador em 2000 (Tonho de Zé-do-Carmo) e na eleição passada reelegeu Badinho (egresso do PMDB) e ampliou sua bancada elegendo Sandro.

Comando dos Gagos - É presidido pelo estudante de Ciências Sociais na UFS Elder Muniz e controlado pela família Gago e aliados.

Eleições 2012 - É um partido em condição de polarizar a próxima eleição que terá provavelmente sete forças políticas, sendo as principaism além do próprio PT, o atual prefeito Zé Nilton (PMDB) e o grupo liderado pelo deputado André Moura (PSC).

17 de dez de 2010

Estudantes de Pirambu visitam São Cristóvão

Dentro do Projeto de Educação Patrimonial que anualmente acontece na Escola Municipal Mário Trindade Cruz (Pirambu) desde 2000, estudantes das 8as Séries e 4as etapas do EJA EF embarcam logo mais a partir das 08 horas em uma viagem fantástica a cidade de São Cristóvão, a quarta mais antiga do Brasil, distante 21 km da capital, Aracaju.


A Excursão Pedagógica tem a coordenação do professor Claudomir Tavares, da disciplina Sociedade & Cultura, contando nesta ação interdisciplinar com a participação de professores das disciplinas: História, Geografia, Artes e Inglê.

Serão visitados o Cristo Redentor, os museus de Arte Sacra e Histórico de Sergipe, as igrejas de Nossa Senhora do Rosário, do Amparo, da Vitória, de Nossa Senhora do Carmo e de Senhor dos Passos.

A excursão, prevista no Plano de Ensino anual compreende componenete curricular referente a IV Unidade, que versa sobre Patrimonio Cultural e História. O retorno está previsto para ás 16 horas.

Atualizado via Celular!

10 de dez de 2010

Projeto Solidariedade "Conhecendo abrigos"

Coordenadora: Liliane Vieira Nunes – Participantes: Claudomir Tavares da Silva, Jucileide Alves Santana e Gilvan Rocha


"É melhor tentar e falhar, que preocupar-se em ver a vida passar.
É melhor tentar ainda que em vão, que sentar-se fazendo nada até o final.
Eu prefiro na chuva caminhar, que em dias tristes me esconder.
Prefiro ser feliz, embora louco, que em conformidade viver."
(Martin Luther King)

1 Apresentaçâo:

A solidariedade é uma arte, a arte da conquista de uma relação social autêntica, que permite o desenvolvimento do potencial humano e dele dependem. È uma abertura de horizontes no caminho, não é o caminho todo, não é um produto, mas um processo. O mistério deste processo, entretanto, apresenta-se inteligível para os envolvidos, embora não seja racionalizável. Exige uma inteligência diferente, interpessoal, emocional, aberta à intuição, ao sentimento e à percepção. A solidariedade, assim concebida, é pré-condição ao labor interdisciplinar.

Cada um de nós tem seu ritmo próprio no desenvolvimento desta arte, porque nossos condicionamentos diferem em graus de repressão das emoções superiores, da abertura perceptiva e de educação do raciocínio lógico. Nem sempre somos incapazes de solidariedade por falta de percepção aguda, ou de sentimentos nobres ou de discernimento lógico.

Geralmente ocorre uma combinação complexa destas carências, de modo que precisamos todos compreender a necessidade não só de aprender a arte de ser solidário, mas também a necessidade social de estimular o aprendizado de outrem. Ou seja, a solidariedade, sendo um processo de libertação social, de autoconhecimento coletivo, não é qualidade que se tem ou não se tem, mas que se aprende e se ensina partindo das mais variadas condições sociais, dos mais variados ambientes ou ecossistemas.

O abrigo é uma medida de proteção provisória, prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente, que objetiva o acolhimento de crianças e adolescentes que estejam em situação de vulnerabilidade, ou seja, negligência, maus tratos, abandono, violência física, abuso sexual ou dificuldades de ordem sócio-econômica.

Cabe ao poder judiciário decidir o destino das crianças que poderá ser: retorno à família de origem, colocação em família substituta, adoção nacional ou adoção internacional. Aos técnicos, assistentes sociais e psicólogos das Varas da Infância e Juventude, cabe instrumentalizar o juiz, oferecendo subsídios através de atendimentos e encaminhamentos, acompanhando o desenvolvimento das crianças e adolescentes nos abrigos, bem como o de suas famílias.

Ao abrigo cabe zelar pelo desenvolvimento global das crianças, garantindo a educação, saúde, bem como acompanhar o crescimento das crianças, garantindo em sua singularidade. Outra função importante do abrigo é estimular e garantir o vínculo com a família e quando isto não for possível, garantir o acesso de crianças à sua história de vida.

O presente Projeto visa levar os nossos alunos a conhecer de perto como vivem alguns dos milhares de abrigados longe do convívio familiar, os motivos aos quais estão na instituição, o que pensam, sentem e almejam para o futuro. Conhecendo alguns desses locais no Estado, onde se acolhem crianças e adolescentes em situação de risco, conhecendo sua estrutura, seu funcionamento, financiamento, abrigados e outros.

2 Ojbetivos:

2.1 Geral

Transformar a realidade - uma vida de cada vez, através de atos de solidariedade, permitindo que crianças e adolescentes em situação de abrigo passem a ter outras referências de vida e de comunidade, além da dos profissionais com que eles convivem. Dando oportunidade ao nosso educando de relacionar-se dentro de um outro grupo, conseqüentemente levando-o á despertar, para a valorização dos laços familiares na formação do cidadão e da importância de cada um dos membros que compõe a família.

2.2 Específicos

Conhecer alguns dos artigos da Lei nº 8.069 de 13 de julho de 1990;
Ampliar o vocabulário;
Desenvolve o senso crítico;
Perceber a importância dos laços afetivos na formação do cidadão;
Estreitar os laços com as crianças “esquecidas” por alguns segmentos da sociedade;
Verificar a situação pessoal e processual de crianças e adolescentes que se encontram em abrigos sob orientação da Justiça Estadual;
Perceber que a criança mesmo abrigada acaba sendo “afetada” pelo processo desenvolvendo uma imagem negativa de si mesma;
Socializar os alunos envolvidos com as crianças abrigadas;
Amenizar os efeitos negativos trazidos pela institucionalização, com atos de solidariedade;
Reconhecer o valor do afeto na formação do caráter de um indivíduo como inquestionável.
Proporcionar ao educando á participação em outros segmentos da sociedade.

3. Justificativa:

O que representa a família para muitos de nós? Uma instituição falida para a maioria. Entretanto, nos perguntemos qual seria, para a sociedade, o resultado do relaxamento dos laços de família? Um retorno à barbárie.

Os laços sociais são necessários ao progresso e os de família mais apertados tornam os primeiros. Assim sendo, os laços de família se constituem uma lei da natureza.

Vivemos um momento conturbado pela inversão de valores morais e requer mais atenção à preservação da harmonia familiar, valioso antídoto à instalação do desequilíbrio no organismo social. A instituição familiar está cada vez mais desacreditada, os papéis distorcidos, toda uma estrutura danificada, na qual sua principal função de educar e criar os seus filhos estão á mercê dos relacionamentos arrebatadores e inconseqüentes, cabendo ao Estado resguardar as mesmas.

Sendo uma lei natural, cabe a cada um de nós zelar pela sua manutenção, tendo em vista que as relações familiares são a base do progresso da humanidade. Segundo Emmanuel “a palavra família reaviva em nós as sensações de segurança e aconchego, tal a importância do grupo familiar como estrutura capaz de nos sustentar nas lutas da vida”.

“É dever da família, da comunidade, da sociedade em geral e do Poder Público assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência social e comunitária.” (art. 4º do ECA).

Os incisos III a V do art. 87 do Estatuto da Criança e do Adolescente asseguram a implantação de política de proteção especial às crianças e adolescentes em situação de risco pessoal e social. A implementação das políticas sociais para atendimento dessas crianças e adolescentes é de responsabilidade, primeiro, dos órgãos governamentais que detêm o poder de distribuição de verbas públicas e, supletivamente, da família e da sociedade, na elaboração de ações e programas destinados ao atendimento dessas crianças e adolescentes excluídos, ou não beneficiados pelas políticas sociais básicas (art. 87, I, do Estatuto da Criança e do Adolescente).

O abrigo caracteriza-se como medida de proteção provisória e excepcional, que busca, quando possível, a reinserção familiar das crianças e adolescentes atendidos. Além disso, sua medida não implica em privação de liberdade (conforme Art. 101 – Parágrafo Único – ECA).

As crianças e adolescentes, quando chegam aos abrigos, normalmente já trazem uma história de vida marcada pela negligência, abandono, violência sexual, física e psicológica.

Nos abrigos, ficam aos cuidados de pessoas em regime de trabalho plantonista e a vínculos afetivos profissionais. Apesar do esforço de algumas instituições em se adequarem ao art. 92 do ECA, ainda estão muito aquém de proporcionar um atendimento que atenda às reais necessidades dos seus abrigados, especialmente em razão da dependência do alcance de recursos financeiros do Poder Público encarregado de mantê-las.

4. Metodologia:

O desenvolvimento do projeto dar-se-á em quatro etapas. Sendo que na primeira será sugerido o estudo de alguns capítulos da Lei nº 8.069 de 13 de julho de 1990, no qual de forma lúdica e competitiva as turmas da 7ª A e B, irão fazer a demonstração do que aprenderam sobre as mesmas.

Na segunda etapa acontecerão as visitas aos abrigos: Drª Maria Lìlian Mendes Carvalho, situado no Conjunto João Alves, rua 45, em Nossa Senhora do Socorro (abrigo feminino) e a Entidade de Acolhimento Gilton Feitosa da Conceição, Avenida Auxiliar II, s/n, no Bairro Taicoça , Conjunto Fernando Collor (abrigo masculino).

Na terceira etapa os alunos das turmas envolvidas, farão a aquisição de brinquedos e lembrancinhas natalinas que serão doadas nos dias das visitas, as crianças e adolescentes abrigadas.

Sendo que na quarta e última etapa será feito um breve documentário, sobre as instituições visitadas, e a partilha da vivência com os alunos do Ensino Fundamental das séries iniciais da nossa escola.

5. Cronograma de Execução:

22/11 - Explanação e apresentação do Projeto.
29/11 - Seleção dos abrigos a serem visitados.
03/12 - Estudo dos artigos selecionados da Lei 8.069
06/12 - Atividade lúdica: Passa e repassa
07/12 - Atividade quantitativa
13/12 - Entrega das doações
17/12 - Visitas aos Abrigos
17/12 - Apresentação dos registros da visita
20/12 - Avaliação do projeto
21/12 - Confraternização.
Fonte: Acervo da Profª Liliane

9 de dez de 2010

IX Dia da Bíblia em Pirambu

Acontece na tarde deste sábado, 11 de dezembro de 2010, mais uma edição do Dia da Bíblia em Pirambu. Pelo nono ano consecutivo, evangélicos das igrejas Batista, Evangelho Quadrangular, Brasil Para Cristo, Cristã Evangélica, Assembléia de Deus, Adventistas do 7º Dia e outras marcharão em uma caminhada profética pelas ruas de Pirambu, culminando com celebração na Praça da Bíblia. A concentração terá início as 16 horas, onde centenas de evangélicos se farão presente na entrada da cidade. A Tribuna da Praia, parceira do evento, estará presente, como temos feito desde 2002, quando tudo começou.

6 de dez de 2010

AGNALDO SILVA: "Republica do Cabresto"

Por Agnaldo Silva / agnaldocordelista@gmail.com

É lamentável como os males da "Republica do cabresto" ainda prevalece na atual conjuntura administrativa desse país. O assédio moral ainda tem vitimado vários combatentes que resistem na luta por um estado democrático de direito.

Lamento profundamente a atitude da senhora delegada quanto ao uso de artifícios como o citado na matéria que leva o tema acima. Sem dúvida a sociedade pirambuense reconhece a história de luta do policial Diógenes Almeida, luta esta que se estende ao campo educacional, contexto que também lhe rendeu sofrimento, mas muito sofrimento mesmo. Digo isso porque sou testemunha ocular a auricular da luta desse cidadão.

Será que os traficantes de drogas que visitam nossa comunidade, aumentando os índices de violência não seria um bom motivo pra quem quer mostrar serviço?

Segue nossos votos de solidariedade ao policial Diógenes Almeida.

Nossa solidariedade ao policial Diógenes Almeida

Por Claudomir Tavares / claudomir@tribunadapraia.net

Diógenes Almeida é um cidadão que orgulha a cidade em que nasceu, Japaratuba, e onde morou Pirambu. Professor da rede municipal de ensino nesta díade e agente de polícia ambos alcançados pelo instrumento democrático do Concurso Público, é um cidadão que trilhou os caminhos da academia, da ciência ao graduar-se Geografia pela Universidade Federal de Sergipe e especializar-se em Direito Educacional pela Faculdade Pio Décimo.

Dono de uma conduta ilibada ele conquistou seu espaço entre a comunidade acadêmica, no movimento sindical dos educadores de Pirambu, do qual foi um dos fundadores, entre os seus colegas professores e centenas de alunos, o que lhe rendeu diversas homenagens. Como policial, caracterizou pela cordialidade com que sempre dispensou aos que se dirigiam a delegacia de Pirambu;

Somos testemunhos oculares do papel cidadão, de compromisso, de responsabilidade que deve nortear a conduta de um servidor público, qualidades incorporadas pelo agente de polícia que, ao atender ao público, transformou a Delegacia de Polícia, antes um local que intimidava, em um espaço agradável, graças ao trabalho desempenhado ao longo destes longo oito anos.

Diógenes estabeleceu excelentes relações profissionais com todos os delegados que estiveram a frente daquela instituição, desde os anteriores a condição de carreira, até os primeiros nesta condição. As vezes que precisamos dos serviços daquela instituição policial, Diógenes dispensava a atenção de um profissional altamente qualificado.

São por estas condições e pela aprovação popular que o notável e respeitável policial ofuscou o brilho que achava ter a atual delegada de polícia, senhora Fabiana Dória Melo, que deu entrada em um Processo Administrativo (em nossas mãos) contra o servidor público Diógenes Almeida. A delegada tenta com isso justificar os poucos resultados alcançados nestes seus seis meses em que esteve à frente da delegacia.

O ‘tiro” está saindo pela culatra. Destacados cidadãos e cidadãs pirambuenses se mobilizam em solidariedade ao policial Diógenes e em repúdio a esta atitude que está se caracterizando como algo essencialmente pessoal. De nossa parte colocamos aqui além de solidários, na condição de testemunhos de defesa de Diógenes, caso este necessite de nossa intervenção!

Conttinua...

Professores de Pirambu se reúnem nesta segunda-feira

EDITAL

ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

De conformidade com o artigo 17, § 3º, do Estatuto do SINTESE, ficam convocados os Trabalhadores em Educação da Rede Municipal de Pirambu para a reunião de Assembleia Geral Extraordinária que será realizada no dia 06 de dezembro de 2010 (segunda-feira), às 9h30min (nove horas e trinta minutos), no Clubinho da Tartaruga, em Pirambu/SE, para tratar da seguinte pauta:

Avaliação da conjuntura;

Informes, discussão e encaminhamentos da luta pela efetiva revisão do PSPN – Piso Salarial Profissional Nacional para R$ 1.024,67 (mil e vinte e quatro reais e sessenta e sete centavos), em Pirambu/SE; e

O que ocorrer.

Aracaju (SE), ­­­­­ 1º de dezembro de 2010.

Angela Maria de Melo
Presidenta do SINTESE

5 de dez de 2010

DENÚNCIA: Lava Jato Propriá

Por Claudomir Tavares da Silva *


“Elegância é arte de não se fazer notar, aliada ao cuidado sutil de se deixar distinguir” (Paul Valéry)

Apesar de insistentes denúncias formuladas através do nosso portal (http://www.tribunadapraia.net), o município de Propriá continua prevaricando nas questões de combate aos crimes ambientais. Um exemplo é a não observância a Lei dos Crimes Ambientais/Lei da Natureza (http://www.ibama.gov.br/leiambiental/home.htm) - Lei nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998 - ao permitir a lavagem de veículos (carros, motos, caminhões) e animais (cavalos, jegues, cachorros, etc).

Apelamos para aqueles que com sensibilidade ambiental (?????) para a necessidade de não omissão, pois esta como dizia Bertolt Brecht (Poeta e dramaturgo alemão - 10-2-1898, Augsburgo 14-8-1956, Berlim Oriental), "a omissão é o peso morto da História". Temos discutido estas (e outras agressões) em nossas aulas no CE Joana de Freias Barbosa e o sentimento de indignação da juventude com atitude propriaense é imenso. Propriá precisa urgente de uma política ambiental.

A prefeitura de Propriá precisa acionar a ignição da defesa do meio ambiente. Aguardamos, além de uma resposta neste espaço, principalmente respostas através de ações. E lembrem: "Os adversários, criticam. Os aliados, elogiam! Já os amigos dizem a verdade!".
_____________________________________
* Prof. Claudomir Tavares da Silva (42) é Professor de História do Pré-Uni/SEED e de Filosofia, Filosofia da Educação e Cultura Sergipana no CE Joana de Freitas Barbosa/Polivalente (Graduado em História e pós-graduação em Gestão de Recursos Hídricos, ambos pela UFS).

Nota: Esta denúncia foi postada no Mural de Recados da Prefeitura de Propriá

4 de dez de 2010

Estudantes de Propriá visitam São Cristóvão

Atividade integra o projeto de Educação Patrimonial da maior e mais representativa escola pública do Baixo São Francisco


Um grupo de estudantes do Colégio Estadual Joana de Freitas Barbosa, a maior e mais representativa escola pública do Baixo São Francisco esteve visitando no último sábado, 27/11, a cidade de São Cristóvão, patrimônio histórico nacional. Composto por 87 estudantes dos 3º seriados do Ensino Médio, matriculados em seis turmas dos três turnos, eles saíram às 07 horas da cidade ribeirinha e às 09 horas já estavam no Alto de São Gonçalo, onde está edificado o Cristo Redentor, monumento construído em 1926 pelo então presidente de Sergipe, Maurício Graccho Cardoso.

De lá o grupo seguiu para a Praça São Francisco, Patrimônio da Humanidade reconhecido pela UNESCO, onde estão localizados os museus de Artes Sacra e Histórico de Sergipe. Divididos em dois grupos e cada um deste subdividido em dois, quatro professores assumiram a coordenação dos mesmos: um, denominado A1, foi coordenado pela professora Fabíola Souza e Silva visitou o Museu de Artes Sacra enquanto o denominado A2, coordenado pela professora Maria Selma Santos, visitou o Museu Histórico de Sergipe. Depois estes se inverteram.

Outros dois grupos, coordenado pelos professores Marcelo José Silva Ribeiro (B1) e Gileno do Carmo Santos (B2), visitaram as igrejas de Nossa Senhora do Rosário, do Amparo, o Conjunto do Carmo (Igreja Senhor dos Passos e Igreja Conventual) e Igreja Nossa Senhora da Vitória. A tarde ocorreu a inversão, com os grupos A1 e A2 visitando as igrejas e os grupos B1 e B2 visitando os museus, alternando-se.

A excursão foi coordenada pelo professor Claudomir Tavares da Silva, da disciplina Cultura Sergipana, um projeto interdisciplinar que envolveu as disciplinas História (Gileno) e Geografia (Marcelo), ampliado para as professoras convidadas (Fabíola e Selma).

Elogios e Conflitos – Os estudantes de Propriá foram elogiados pelos seus comportamentos e condutas dentro dos espaços públicos visitados (igrejas, museus), retribuindo com aplausos em alguns deles. Em um deles, no Museu de Artes Sacras, eles foram destratados por um Guia Turístico, o que será motivo de documento que está sendo confeccionado e em breve será entregue a direção do museu, a secretaria de estado da Cultura e da Educação, a 8ª Superintendência do IPHAN em Sergipe, a Polícia Militar de Sergipe e imprensa de Sergipe pela gravidade dos termos utilizados por um cidadão que se mostrou desqualificado para atuar em um espaço da mais alta importância para a pesquisa, a história e a cultura sergipana.

Educação Patrimonial – O Colégio Estadual Joana de Freitas Barbosa tem uma trajetória gloriosa em sua ação pedagógica de educação patrimonial. Em sua atual fase, já foram feitas várias incursões e excursões desta natureza, como a Xingó (SE/AL), Laranjeiras, São Cristóvão (professores Suzy e Claudomir) 1e Penedo/AL (professor Telmo Carlos). “A partir de 2011 inicia-se um novo roteiro em cidades do baixo São Francisco, incluindo os municípios de Japoatã, Pacatuba, Brejo Grande, Ilha das Flores, Neópolis e Sanana do São Francisco”, anuncia Claudomir Tavares.

Pirambu participou da Campanha Praias e Rios

Evento mobilizou jovens na limpeza da foz do Rio Japaratuba e Praia de Pirambu

Por Claudomir Tavares / claudomir@tribunadapraia.net

Pelo quarto ano consecutivo, o município de Pirambu participou da Campanha ‘Praias e Rios: vamos limpar e aprender a não sujar’, promovida pela Frente das Águas de Sergipe, da qual faz parte a ONG SOS Rio Japaratuba. Mobilizados pela Tribuna da Praia, parceira da campanha desde o segundo ano de sua realização em nossa cidade, a campanha atraiu dezenas de jovens, a maioria deles vinculados ao Grupo de Desbravadores ‘Guardiões das Matas’, vinculados a Igreja Adventista do 7º Dia de Pirambu e Aguilhadas.

A campanha este ano teve um diferencial, a partir do envolvimento dos bares da Orla Ribeirinha (Beira Rio e Rio Mar), Praia de Pirambu (Estação Verão, Tubarão da Praia e Pirambeleza) e Terminal Turístico (Vado, Mário, Ginga e Pitto), que vestiram literalmente a camisa literalmente. A prefeitura de Pirambu, através da secretaria de Obras cedeu um tratou, pilotado pelo tratorista Teixeira, um símbolo da campanha.

O grupo de voluntários se reuniu a partir das 08h30min na Orla de Pirambu. Dalí, seguiram pela foz do Rio Japaratuba, onde recolheram centenas de quilos de lixos, como plásticos, garrafas, pneus, sapatos e outros produtos encontrados em abundância. Na praia de Pirambu, o grupo recolheu parte do lixo da ‘boca-da-barra’ até o Terminal Turístico. Alí viu-se que não era grande o volume de lixo a ser recolhido, mediante a coleta que o município de Pirambu tem efetuado.

Adelvan de Andrade, líder da Igreja Adventista do 7º Dia classificou a ação como “um momento de união pela conscientização dos que visitam a nossa praia e nosso rio, não só limpando, mais principalmente, aprendendo a não sujar”, disse. “É a terceira vez que participamos e estaremos a disposição para nos somar a esta campanha com a qual nos identificamos”, concluiu.

Repercute 3ª Cavalgada da União

Organizada por Arthur Mendonça, ela já faz parte do calendário cultural de Pirambu

Por Claudomir Tavares / claudomir@tribunadapraia.net

O paradisíaco povoado Lagoa Redonda, distante 14 km de Pirambu reuniu no dia 14 de novembro cavaleiros e amazonas de dezenas de comunidades do Litoral Norte de Sergipe. Eles participaram da 3ª Cavalgada da União, que desde 2008 tem sido o evento do gênero mais aguardado na região.

Organizado pelo jovem Arthur Mendonça, com o apoio da Prefeitura de Pirambu, de um conjunto de patrocinadores e a parceria deste portal, a cavalgada reuniu dezenas, centenas e depois milhares de populares na concentração as margens do riacho de Santa Isabel, onde o público divertiu-se ao som de uma banda musical que fez o aquecimento.

As 15 horas um número imensurável de cavaleiros e amazonas tomaram a praia de Pirambu dirigindo-se a sede do município, onde depois de percorrer 12 quilômetros, shows musicais na orla os reuniu até a madrugada da segunda-feira.

Um dado que não passou despercebido: o envolvimento da família de Arthur que contribuiu decisivamente para o sucesso da cavalgada. O que não nos surpreende, pois temos testemunhado e acompanhado desde 1984 o envolvimento desta família, que tem a frente o advogado Dr. Carlos Alberto Mendonça a professora D. Margarida Pereira Mendonça, com as questões sócio-esportivas, desde que eles fundaram o Flamenguinho, time de futebol que tive o prazer de atuar como técnico e presidente, onde atuaram os então garotos Alexandre e Anderson Mendonça.

Começou o Novenário de Nª Sª da Conceição

Festa em homenagem a padroeira do povoado Aguilhadas

Por Claudomir Tavares / claudomir@tribunadapraia.net

O povoado Aguilhadas, distante cinco quilômetros da sede do município de Pirambu deu início na noite de ontem, 03/12, a uma das mais tradicionais manifestações do ciclo religioso em nosso município. A comunidade que é formada por vários núcleos dentro de um mesmo povoado, celebra até o dia 12 de dezembro a Festa de Nossa Senhora da Conceição.

Nas próximas noites acontecem as novenas cujas responsabilidades será assumida por movimentos de Igreja, segmentos sociais da comunidade, famílias, etc. No final de semana da festa, acontecem missas, batizados, leilão, procissão e no sábado da festa, 11/12, shows com as bandas Estrela da Terra. Asas Novas e Fixação em Sucesso.

Pelo sétimo ano consecutivo, estaremos cobrindo e levando aos nossos leitores os detalhes desta festa que anualmente atrai multidão vinda de várias cidades e povoados e une as famílias pirambuenses, notadamente do simpático povoado Aguilhadas!

Com informações de Luiz Teles da Silva (secretário de Cultura) e Jackson Souza Rabelo (Som)

1 de dez de 2010

Atleta de Pirambu ganha medalha de prata no salto triplo em Blumenau (CS)

A estudante de Educação Física da Universidade Federal de Sergipe Carla Caroline dos Santos foi a segunda colocada na categoria salto triplo nas Olimpíadas Universitárias (JUBs) 2010, que aconteceram em Blumenau (SC).


A atleta teve como parceira a Prefeitura Municipal de Pirambu que viabilizou as passagens de ida e volta.

“Esperava o ouro, mas estou satisfeita com a prata. Apesar de manter a mesma marca, eu me superei”, diz a estudante, que competiu com uma lesão na perna esquerda.

Ao todo, a UFS competiu em seis categorias (voleibol, basquetebol, xadrez, judô, natação e atletismo), ficando na 23ª colocação geral. Trouxe apenas medalha no salto triplo.

“Estamos ressuscitando o esporte universitário, e as conquistas de Carla dão impulso à prática esportiva na UFS”, diz o professor Marcos Monteiro, da Coordenação de Promoções Culturais e Esportivas (Copre), treinador de Carla.

A atleta competiu no JUBs pela primeira vez em 2009, a partir de uma seletiva na UFS. Naquela ocasião, treinando apenas durante dois meses com o professor Marcos, conseguiu saltar 11,81 metros, o que garantiu o terceiro lugar no Ceará.

Para as Olimpíadas Universitárias deste ano, os treinos começaram em agosto. “Sabia que Carla subiria ao pódio, independente da colocação”, afirma Marcos Monteiro.

Carla começou no atletismo aos 12 anos, no Colégio Estadual José Amaral Lemos, em Pirambu, onde nasceu. Parou de competir em 2007, ano em que, coincidentemente, ingressou na universidade. De acordo com Marcos Monteiro, o trabalho de base da atleta influencia nos seus resultados.

Por Ascom/Pirambu

26 de nov de 2010

AGNALDO SILVA: Pirambu tem História (Literatura de Cordel)

Autor: Agnaldo dos Santos Silva / agnaldocordelista@gmail.com

Agnaldo dos Santos Silva nasceu no dia 11 de agosto de 1977 em Japaratuba-SE, mas sempre residiu em Pirambu. Filho de José Cláudio da Silva (Zezé Ferreirinha) e Maria Florência dos Santos Silva. É casado com Maria das Graças Santos com quem tem dois filhos (Fábio e Ágnes). Graduado em História pela Faculdade de Formação de Professores de Penedo (FFPP), é professor concursado da rede pública municipal de ensino de Pirambu desde 1999, tendo atuado nas escolas XV de Novembro (Pov. Alagamar), Silvino Antônio de Araújo e Laudelina Moura Ferreira (ambas em Aguilhadas), Mário Trindade Cruz (em Pirambu) e José Amaral Lemos (professor contratado). Participou de diversos eventos culturais a exemplo do Culturarte, sempre defendendo a poesia popular. Integrante da ONG Vereda da Cultura tem desempenhado um importante papel na difusão da cultura popular, em especial no teatro e na literatura de cordel, onde tem dado voz às questões sócio-ambientais culturais.

Salve a todos os leitores
Salve a pátria brasileira
Nos escritos de cordel
Conhecemos de primeira
A história de Pirambu
Terra de gente guerreira

Pirambu quando surgiu
De "Ilha" era chamado
Território de nativos
Que outrora no passado
Povoaram esse lugar
Pelos deuses abençoado

Como sempre a natureza
Dar a sua contribuição
No belo Oceano Atlântico
Surgiu mais uma opção
Pescava-se o "Pirambu"
Para garantir a refeição

Devido à abundância
Desse bendito pescado
Os antigos moradores
Mudaram o anunciado
De "Ilha" pra "Pirambu"
O lugar foi batizado

A invasão de outros povos
Deixou marcas na memória
Fez esse povo batalhar
Marcando assim a história
Em colônia se organizaram
E legitimaram a vitória

O século XVIII findava
E vinham da redondeza
Da Bargada e Dois de Ouro
Pra dizer com mais certeza
Meia dúzia de famílias
Em busca dessa riqueza

Dizem os mais antigos
Que numa certa ocasião
Pirambu estava na rota
De D. Pedro e comissão
Mas o mesmo desistiu
No canal de São Sebastião

Com a matança dos "índios"
Seguiu então a exploração
Frei Fabiano foi incumbido
De resolver a situação
Promover a catequese
Apaziguar a população

O imperador Pedro II
Publicou no itinerário
"Divididas serão as terras"
Para o mais fiel donatário
D. Delmira e seu Agostinho
Providenciaram o escriturário

Em mil novecentos e onze
O Senhor José Amaral
Comprou a Manoel Gonçalves
A propriedade colonial
E logo instalou na vila
Uma sortida casa comercial

A Colônia de Pescadores
Foi criada logo em seguida
Para defender a causa
Dessa gente tão sofrida
E assim no ano seguinte
Uma igreja foi erguida

E para bem representar
A comunidade pesqueira
Foi trazida lá da França
A imagem da mãe verdadeira
Nossa Senhora de Lourdes
É a nossa fiel padroeira

Na década de cinqüenta
Pirambu se organizava
Com poucas casas de taipa
A vila aos poucos prosperava
Desmembrar de Japaratuba
A população já sonhava

Após diversos encontros
Para estudar a situação
Doutor Linhares preparou
Toda a documentação
Tratava-se de um projeto
Referente a emancipação

E João de Seixas Dória
Deferiu a emancipação
Pirambu foi desmembrado
Da nossa antiga “missão”
E aos vinte e seis de novembro
Fizemos uma comemoração

O ano de sessenta e três
Marca a nossa independência
E a Lei um, dois, três, quatro
É o nosso ponto de referência
Para justificar a nossa luta
Com humildade e decência

Mas logo veio a ditadura
E dominou todo o Estado
Aniquilando os projetos
Que se tinha planejado
E cassa também o mandato
Do deputado Nivaldo

Por volta de sessenta e cinco
João Dória, homem decente
Em acordo com Prado Leite
Na época, então presidente
Da Assembléia Legislativa
Pôs o projeto pra frente

Aos oito do mês de agosto
Do mesmo ano corrente
Ocorreu a proclamação
Pirambu é livre, finalmente
E a Lei um, dois, três, quatro
Vai se tornando eficiente

Mas nesse mesmo intento
Faço aqui uma observação
O feito em oito de agosto
Trata somente da instalação
Confundida então por muitos
Como o dia da emancipação

Não podemos deixar para trás
Dois anos de nossa História
A ditadura até que tentou
Mas não dizimou nossa glória
Pois a Lei já fora aprovada
E a ideia estava na memória

Anote na sua agenda
Temos encontro marcado
Aos vinte e seis de novembro
Festejaremos um bocado
Relembrar nossos heróis
Pelos feitos no passado

E continuando essa prosa
Vamos falar de política
Tem gente que não suporta
No final vem e se justifica
Com uma desculpa peluda
Que fede mais que titica

Mas voltando ao contexto
João Dória do Nascimento
Como prefeito então ficou
Promoveu o desenvolvimento
E junto aos senhores edis
Fizeram o dever a contento

É isso aí caro leitor(a)
Foi uma viagem no tempo
Muitos prefeitos tiraram
O povo do sofrimento
Mas pra muitos a prefeitura
Foi um bom investimento

E nesse mundo desigual
Lembre-se: você tem poder
O voto é seu armamento
É de graça, não é pra vender
Se alimentares a corrupção
Logo tu vai se arrepender

Despeço-me dando pausa
Nessa minha narração
A história de Pirambu
Também sofre mutação
E se Deus quiser outra hora
Continuarei com a missão.

25 de nov de 2010

Prefeitura define programação dos 47 anos de Pirambu

Secretaria de Cultura irá prestigiar bandas locais na festa da Emancipação Política


A prefeitura municipal de Pirambu celebra nesta sexta-feira, 26/11, os 47 anos de emancipação política, a primeira vez que a data é comemorada no dia em que de fato e de direito ocorreu. As administrações anteriores insistiram no erro, mesmo após insistentes alertas deste portal, o que fora observado pela atual, a partir da sensibilidade do secretário Lula Teles (foto) e do aceite do prefeito José Nilton de Souza (PMDB).

“Uma programação alternativa fora elaborada e consiste em apresentações das bandas locais Energia Musical, Ukorre e Fixação. Os shows terão início a partir das 21 horas, na Orla da Cidade”, informa o músico Luiz Teles, secretário municipal de Cultura e coordenador da festa neste feriadão municipal.

Osmário Santos :: “Praias e Rios: Vamos Limpar e Aprender a Não Sujar”

Limpeza de nossas praias e rios


Coordenada pelo colunista através da Frente em Defesa das Águas de Sergipe, pelo quinto ano consecutivo acontece no Estado a campanha “Praias e Rios: Vamos Limpar e Aprender a Não Sujar”.

No sábado, 20, a Associação de Moradores do Conjunto Inácio Barbosa reuniu mais de 80 moradores e fez a limpeza do manguezal e do parque do Inácio Barbosa. No mesmo dia, a Associação dos Moradores do Conjunto Beira Rio, com mais de 30 moradores, realizou a limpeza de toda a área nas proximidades do rio Poxim.

Na Barra dos Coqueiros, a ONG Oscatama fez a limpeza do rio Guagenim – afluente do Rio Poxim –, da Atalaia Nova e da Praia do Jatobá.

O MST/SE, com mais de 300 assentados, limpou o rio Capivara em Estância e fez o reflorestamento do rio. Também fez a limpeza do rio Jacarecica ( afluente do rio Sergipe) na cidade de Riachuelo.

No Mosqueiro, o casal Rubens e Lourdes reuniu familiares, vizinhos e amigos e, com o conscientizado grupo, fez a limpeza do rio Vaza-Barris em área próxima de sua residência.

Na cidade de Estância, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, juntamente com um grupo de estudantes da Unit e da ONG Água é Vida, fez um trabalho de conscientização e de limpeza das lagoas da Praia do Abaís com o evento: Praias e Rios APA Sul.

No Mocambo, o MOPEC na Comunidade Quilombola fez a limpeza do rio São Francisco.

Na cidade de Salgado, com mais de 300 voluntários no sábado, a ONG Sociedade Ambientalista de Salgado e a Emdagro fizeram a limpeza do rio Piauitinga.

Na cidade de Socorro, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, através do professor Manoel Messias e da professora Leuzenilda Pereira da Silva, realizaram a limpeza do rio do Sal e do riacho Moleque, com mais de 50 alunos – e com promessa de mais limpeza ainda este mês.

Na cidade de Carmópolis, a prefeitura e a Associação Amigos do Meio Ambiente fizeram a limpeza do Parque Ecológico das Mangueiras.

No domingo, 21, toldos instalados nas praias de Aracaju acolheram 780 voluntários, incluindo estudantes de diversos colégios, jovens adventistas do 7º Dia, integrantes do Lions Centro, Rotary Club, integrantes do Sesc, da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, da PRONESE, da FENEN/SE, da CUT, do Sintese, do JORNAL DA CIDADE, da Marinha do Brasil através da Capitania dos Portos e do Exército Brasileiro, presente pelo quinto ano consecutivo. Todos realizaram a limpeza da praia de Atalaia na região dos Arcos da Orla.

A realizar:

No próximo final de semana, dentro da campanha de educação ambiental “Praias e Rios: Vamos Limpar e Aprender a Não sujar”, vão acontecer:

Limpeza do rio Cotinguiba pela Prefeitura Municipal de Laranjeiras, através do secretário Evaldino Calazans; limpeza das praias (1) pela Sociedade Ambiental do Vale do Japaratuba (SOS –Japaratuba), Clubinho Tartaruga, Organização Vereda da Cultura e Jornal Tribuna da Praia.

Limpeza da ilha de São Pedro e Limpeza da Ilha do Ouro pela Unidade da Deagro de Porto da Folha; limpeza do rio Paramopama pela Colônia de Pesca Z-1 e do deputado estadual Professor Wanderlê.

Limpeza do riacho Grilo pela Unidade da Deagro de Boquim; limpeza da Prainha na cidade de Canindé o São Francisco pela Prefeitura Municipal, em ação coordenada pela jornalista Silvia Oliveira.

A quinta edição da campanha só foi possível graças aos parceiros: Petrobras, Secretaria de Estado da Agricultura, Pronese, Deso, Sedetec, Semarh e todos que participaram como voluntário.

*Osmário Santos é bacharel em Comunicação Social, habilitação Jornalismo, pelas Faculdades Integradas Tiradentes e pós-graduado "Lato Sensu", especialização em Jornalismo Político e Econômico, pela Universidade Tiradentes;

Nota:

(1) A campanha 'Praias e Rios:vamos limpar e aprender a não sujar', realizada em Pirambu pelo quarto ano con secultivo teve a participação do Grupo de Desbravadores Guardiões das Matas (Igreja Adventista do 7º Dia), da ONG SOS Rio Japaratuba (que coordenou a ação) e do Jornal Tribuna da Praia. A prefeitura municipal de Pirambu, através da secretaria municipal de Obras disponibilizou um tratou que acompanhou o grupo de voluntários em todo o percurso, recolhendo o lixo coletado.

24 de nov de 2010

DOCUMENTO: LEI 1234/63 - Cria o Município de Pirambu

LEI Nº 1.234

DE 26 DE NOVEMBRO DE 1963

Cria o município de Pirambú e dá outras providências.

O GOVERNADOR DO ESTADO DE SERGIPE

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado decretou e eu sanciono a seguinte Lei:

Art.1º - Fica criado o Município de Pirambú com sede no atual Povoado do mesmo nome, desmembrado do município de Japaratuba.

Art.2º - Os limites do município ora criado será os seguintes: começa na foz do rio Japaratuba, na costa Atlântica, daí subindo o curso do mesmo Rio, até um ponto situado à margem direita, de quem sobe o Rio, daí partirá uma linha reta que passará entre os Povoados Marimbondo e São José da Catinga até a confluência do Rio Papagaio com o rio Poxim daí virando em direção leste, até o oceano, seguindo os antigos limites do município de Japaratuba.

Art.3º - A instalação do município de Pirambú terá lugar 30 dias após a diplomação do Prefeito e Vereadores eleitos em eleição que serão determinadas pelo Tribunal Regional Eleitoral. do Estado.

Art.4º - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, ficando revogadas as disposições em contrário.

Palácio do Governo do Estado de Sergipe, Aracaju, 26 de novembro de 1963, 75º da República.

JOÃO DE SEIXAS DÓRIA
GOVERNADOR DO ESTADO

21 de nov de 2010

Roda de Capoeira encerra XX Culturarte 2010

Unidos nas Tartarugas promove batizado e entrega de cordões hoje pela manhã

Por Claudomir Tavares / claudomir@tribunadapraia.net

Uma roda de capoeira comandada pelo professor Edivan Pirulito marcam o encerramento do XX Culturarte, o Encontro de Cultura e Arte de Pirambu. Marcada para às 09 horas deste domingo, reunirá no Clubinho da Tartaruga mestre de capoeiras da região convidados pela Capoeira Unidos nas Tartarugas. Estarão presentes alunos e ex-alunos da matriz em Pìrambu e da filial em Ponta dos Mangues (Pacatuba), familiares, admiradores desta forma de arte e resistência ao longo da História do Brasil.

A capoeira é uma das marcas mais fortes na cultura de Pirambu e sua presença no Culturarte data das primeiras edições, quando foi organizado o grupo de capoeira, a partir de uma política de educação ambiental associada a ação comunitária desenvolvida pela Reserva Biológica de Santa Isabel. O Culturarte 2010, que este ano celebra duas décadas de existência, tem como tema ’20 anos de história pra contar’.

É promovido pelo Projeto Tamar/ICMBio e Petrobrás, em parceria com a prefeitura municipal de Pirambu. Desde a última sexta-feira aconteceram oficinas, seminário, apresentações musicais, de danças, cortejo e apresentações folclóricas, tendo como locais de acontecimento o Clubinho da Tartaruga, a Praça da Rodoviária e as ruas de Pirambu.

20 de nov de 2010

PCB promoveu Curso Estadual em Pirambu

Partido deu início a sua política estadual de formação com curso de iniciação partidária


O Partido Comunista Brasileiro deu início no último final de semana a sua política estadual de formação política, com a realização do Módulo I do Curso de Iniciação Partidária. Dirigentes, militantes, simpatizantes e convidados reuniram-se no sábado, 13/11, no Clubinho da Tartaruga e no domingo, 14/11, na Colônia de Pescadores. Presentes delegações de Aracaju, Arauá, Japaratuba, Pirambu e Simão Dias.

Segundo Leonardo Victor Dias, secretário político estadual, “cada módulo, de um total de três, será repetido em cinco regiões pólos em Sergipe, de modo que possamos assim contemplar todos os militantes do PCB em Sergipe”, informou. O curso foi ministrado pelo professor Lucas Gama Lima, mestre em Geografia pela UFS e membro do Núcleo de Educação Popular 13 de Maio, um dos mais conceituados do país.

“A escolha de Pirambu para sediar este primeiro módulo do curso, além de ser uma honra para os camaradas de nosso município, é também um aumento de responsabilidade, e assim não estamos medindo esforços para realizar em julho de 2011 o segundo módulo e em março de 2012 o terceiro módulo, perfazendo assim o curso completo, que neste primeiro módulo discutiu as etapas do capitalismo e as conseqüências para a classe trabalhadora.

Cláudio Nunes: Processos de Pirambu

Alguns leitores estão cobrando a publicação neste espaço de informações sobre os processos envolvendo a prefeitura de Pirambu, quando então prefeito, Juarez Batista, entregou o jogo, dizendo que era mero “laranja” do ex-prefeito André Moura, hoje deputado estadual. O blog entrou em contato com autoridades que estão dando andamento aos processos e teve algumas boas surpresas.


Soube, por exemplo, que serão iniciados vários depoimentos na Delegacia de Defraudações, dos empresários envolvidos nos processos. São vários, que vão desde grandes empresas, até pequenas, com a emissão de notas fiscais frias. Soube também que no levantamento minucioso feito pelo MPE descobriu-se que 5 pequenas empresas da construção civil atuavam, não só em Pirambu, mas em outros municípios emitindo notas frias.

Os leitores não se preocupem porque o blog tem o extenso relatório sobre os problemas da prefeitura de Pirambu, na gestão do laranja Juarez Batista e vai publicar aos poucos. Tem muito “empresário” envolvido, de vários ramos.

Fonte: Infonet - Em: 20/11/2010

Estudantes do Amaral Lemos na Campanha ‘Praias e Rios’

Escola estará participando da campanha vamos limpar e aprender a não sujar pelo quarto ano consecutivo


Estudantes do Colégio Estadual José Amaral Lemos, considerado berço cultural de Pirambu, participam neste domingo, 21/11, da quarta edição da campanha ‘Praias e Rios: vamos limpar e aprender a não sujar’, promovida pela Frente das Águas de Sergipe, que tem a frente o jornalista e colunista do Jornal da Cidade Osmário Santos. Em Sergipe ela acontece pelo quinto ano consecutivo enquanto que em Pirambu ela já entra em sua quarta edição, reunindo anualmente dezenas de voluntários.

Realizada pela ONG SOS Rio Japaratuba em Parceria com a Tribuna da Praia e com o apoio da Prefeitura Municipal de Pirambu, através de várias secretarias, a campanha ‘Praias e Rios’ contará com a participação ainda do grupo de desbravadores ‘Guardiões das Matas’, da Igreja Adventista do 7º Dia, entre outras instituições que se incorporarão em uma das mais bem sucedidas ações de educação ambiental no mundo, reunindo milhões de cidadãos em centenas de países em todos os continentes da Terra.

Segundo o professor Claudomir Tavares, diretor-fundador da Tribuna da Praia, a campanha entra em sua fase de amadurecimento, o que nos levará a uma reflexão a sobre os próximos passos, para que sejam avaliados os caminhos andados e reelaborados os próximos passos desta caminhada que precisa ganhar uma maior consistência, levando-a sua incorporação nas agendas pedagógicas das escolas, movimentos sociais, incluindo as instituições da sociedade civil e do poder público ligadas as questões ambientais.

A concentração está prevista para às 9 horas, na Orla de Pirambu, onde serão dadas as orientações e em seguida os voluntários caminham pela foz do Rio Japaratuba, no seu lado esquerdo, daí em direção a praia de Pirambu, sentido Reserva Biológica de Santa Isabel, culminando no Km 2, ponto em que a campanha chega ao seu pico como fazemos anualmente. Um trator cedido pela secretaria de obras de Pirambu acompanhará o grupo, recolhendo o montante de lixo recolhido as margens do rio e praia de Pirambu.

Pirambu - o paraíso do turismo político

Depois de César Rocha, Sílvia Cruz, André Moura e Zé Nilton, surge João Guilherme, mais um ‘Salvador da Pátria’

Por Claudomir Tavares * / claudomir@tribunadapraia.net

O município de Pirambu é mesmo o paraíso do turismo político. Basta que um cidadão compre uma casa de veraneio, efetue uma inscrição eleitoral, ou se aparente com um cidadão pirambuense para se achar no direito de eleger-se síndico deste condomínio de quase 9 mil habitantes. Os resultados, com raras e sem muitas honrosas exceções, são desastrosos. Até 1982, estas tentativas foram rechaçadas pelos eleitores, que apostaram naqueles nascidos ou residentes em um dos cantos deste município cuja área geográfica é de 198,3 km², mas com uma participação na área do Estado de apenas 0,90 %. Assim, foram eleitos João Dória do Nascimento (1965 e 1972), Walter Amaral Lemos (1966), Juarez Lopes Cruz (1970), Daniel Luiz dos Santos (1976) e Marcos Lopes Cruz (1982).

A partir daí, tem-se início o ciclo dos prefeitos chamados por parte da população de ‘pára-quedistas’ ou ‘forasteiros’ (termo que, particularmente, não concordamos e evitamos utilizá-los). Foram eleitos neste período, sem fincar residência na cidade, apesar de possuir imóveis, César Vladimir de Bonfim Rocha – apoiado por Marcos Cruz (1988), Sílvia Maria de Vasconcelos Palmeira Cruz – apoiada por César Rocha (1992), André Luiz Dantas Ferreira (André Moura) – apoiado por Sílvia e Marcos Cruz (1996) e com a impugnação de Elio José Lima Martins (Elinho), eleito para servir de instrumento dos Mouras, o pirambuense Juarez Batista dos Santos, o DI (2004). Depois de uma segunda tentativa, elege-se prefeito de Pirambu o atual José Nilton de Souza – apoiado por Marcos e Sílvia Cruz (2008).

Marcos e Sílvia, ex-prefeitos, o primeiro filho e irmão dos ex-prefeitos Mário Trindade Cruz (Japaratuba) e Juarez Lopes Cruz (Pirambu) sempre recusaram-se em apoiar pirambuenses, fazendo opção por César Rocha (1988), André Moura (1996) e Zé Nilton (2008). Descontentes, apelam aos pirambuenses para manter algum filão do poder, como quando destronados de secretarias nas administrações André Moura e Zé Nilton. Marcos Cruz ensaia uma pré-candidatura em 2012, opondo-se ao ‘modus operandi’ do atual prefeito, de qual é o atual vice-prefeito.

Em Pirambu, as eleições são sempre marcadas pela polarização, principalmente desde 1976, quando disputaram o comando da prefeitura Daniel Luiz e Capitão Cardoso (um dia ainda escreveremos sobre a passagem política deste cidadão). Em 1982, apesar de cinco candidatos (Marcos Cruz, Lúcio Almeida, Zé Alexandre – PDS, Nelson Vieira e Seu Andrade – PMDB), estas se acirraram pelos dois primeiros. Em 1988, César Rocha e Carlinhos Amaral duelaram pela administração municipal, no primeiro rompimento do tripé ABC (Amaral, Cruz, Bonfim) – venceu as letras BC. Quatro anos depois, era Sílvia Cruz que duelava contra o outro Amaral (Waltinho) – 2X0 para BC. Eram dois filhos da terra derrotados por dois herdeiros da tradição familiar do médico Lourival Bonfim e do agricultor Mário Trindade Cruz.

As eleições de 1996 foram marcadas pela polarização entre o então vice-prefeito Evaldo de Carvalho (Gago), apoiado pelo ex-prefeito César Rocha e toda oposição e o filho do deputado estadual Reinaldo Moura, André, que depois de eleito, rompeu com sua principal cabo-eleitoral, a antecessora Sílvia Cruz. Quatro anos depois, impunha a maior derrota a seu esposo, o também ex-prefeito Marcos Cruz. André Moura conseguiu manter o controle da prefeitura, elegendo uma de suas crias políticas, o vereador e então presidente da Câmara Juarez Batista prefeito de Pirambu (este se comportou como um instrumento de André, que era o prefeito de fato, até o rompimento em junho de 2007, resultando na malfadada intervenção de triste memória).

Com o PMDB na prefeitura, através da interinidade do vereador Antônio Santana (que de vice-presidente da Câmara, apesar das denúncias que pesavam contra ele, foi alçado de forma injustificável do ponto de vista empírico a prefeitura de Pirambu, permanecendo até o final do mandato do prefeito afastado Juarez Batista), ficou mais fácil a ascensão do seu correligionário José Nilton a prefeitura de Pirambu, na mais acirrada disputa política da nossa História, marcada pelo braço da traição do governador Marcelo Déda que apunhalou seus companheiros de partido.

Quando se imaginava superada esta etapa de eleição de políticos transgênicos (o termo não é agressivo, mas como elemento de compreensão da realidade), és que surge mais uma ficha que começa a render apostas de setores conservadores da população. Ex-promotor e ex-juiz da Comarca de Japaratuba, o advogado João Guilherme de Carvalho tem uma presença muito forte na vida política de Pirambu. Atuou nestas condições em duas eleições importantes (1988 e 1992), cujas derrotas foram amargadas pela oposição liderada pelos irmãos Amaral (Carlinhos – 1988 e Waltinho – 1992), com todo respaldo dos grupos que se opunham aos Cruz e Bonfim.

Não podemos concordar com insinuações de que a presença do ettão promotor e depois juiz naquele processo teria facilitado as vitórias das forças de situação, o que seria no mínimo leviandade e irresponsabilidade de nossa parte, mas tente tirar isso do imaginário popular. O fato é que, coincidente ou não, João Guilherme veio a ser vizinho do ex-prefeito César Rocha, adquirindo um terreno onde depois fincaria casa de praia, a maior em área em toda a porção urbana de Pirambu. Já a do ex-prefeito César, nunca fora concluída, sendo a obra abandonada com a sua saída da prefeitura a partir de 1989, estando hoje consumida pela ação do tempo.

Aqui não estamos fazendo qualquer apologia contrário a legitimidade do fato do advogado tentar fincar os pés na política local, pois segundo o senso comum, com a ascensão deste ou de outro igual, é impossível Pirambu ficar pior do que está, até porque as perspectivas apontam a reeleição do atual prefeito José Nilton (que ninguém substime um candidato montado em uma 'generosa' prefeitura como a de Pirambu) ou a eleição de um representante do ex-prefeito André Moura, possivelmente Elinho Martins, que tem liderado todas as pesquisas de opinião pública feitas para consumo interno.

Fala-se também em uma possível candidatura do petista Vado de Gago, ex-candidato a prefeito em 1996, 2004 e 2008 (nas duas primeiras, entrou nos 'últimos minutos', em substituição as candidaturas impugnadas de esu pai, Evaldo de Carvalho, o Gago e José Nilton, respectivamente), mas mesmo em seu partido não há quem acredite nesta possibilidade, até pela falta de atitudes do mesmo, conforme sugere uma influente liderança do seu partido - é possível que Vado mesmo candidato a vice-prefeito de um dos candidatos polos ou até mesmo a vereador em substituição ao seu irmão, Badinho, que já anunciou não ter interesse em disputar um novo mandato.

Outro partido que já definiu pelo lançamento de candidatura própria é o PCB, instalado em Pirambu no dia 21 de julho deste ano, que definitivamente descartou aliança com Nilton (PMDB), André/Elinho (DEM) ou os Gagos (PT), não por uma questão pessoal, mas pelas diferenças de projetos e antagonismos ieológicos que lhe mantém distante destes agrupamentos.

Segundo uma bem informada ponte ligada ao João Guilherme, este irá começar montar um grupo e disputar no mínimo em condições de igualdade a prefeitura de Pirambu em 2012. Apesar de apresentar-se como o ‘novo’, o ex-secretário de estado da Justiça e depois de Segurança Pública no governo de Albano Franco, que está filiado ao PSDB, já tentou disputar as eleições para deputado estadual em 2002, mas desistiu por não vê chances de vingar uma vitória de seu projeto. Pirambu seria, então, um Porto Seguro. Pelo seu perfil ideológico, ele não teria dificuldade em receber apoio do atual prefeito José Nilton ou do deputado estadual André Moura, aliás, com os quais mantém equilibrado relacionamento.

De nossa parte, que apostamos na pluralidade, apesar das discordâncias ou concordâncias com estes ou aqueles nomes, desejamos boas vindas ao senhor João Guilherme, acreditando que o seu ingresso na política via Pirambu apimenta a política local.
________________________________
* Professor da rede pública municipal em Pirambu, estadual em Propriá e do Pré-Universitário/SEED

Nota: Matéria publicada originalmente em 11/06/2010 na versão anterior da Tribuna da Praia com o seguinte título "Ex-juiz sonha com a prefeitura de Pirambu" e adaptada em decorrência dos novos fatos que nos reservam a 'dinâmica' política local.

União e luta consegue quebra-molas para Aguilhadas

Depois de insistentes apelos, união e luta dos aguilhadenses conseguem sinalização e quebra-molas para ‘curva da morte’


A comunidade do povoado Aguilhadas, distante 4 km da sede do município, Pirambu, clamava já há bastante tempo e nós da Tribuna da Pra demos o eco necessário, uma solução para a perigosa tristemente famosa ‘curva da norte’, localizada em frente ao Bar de Tonha. O perigo naquele local era eminente com os riscos de atropelamentos em função da velocidade impressa pelos veículos que transitam por aquela movimentada via.

O ‘grito’ de cidadão como os irmãos Edson (Som) e Jailson Sousa Rabelo e outros como o do advogado Edgar Odilon dos Santos, sensibilizaram ao Departamento de Estradas e Rodagens (DER/SE) e ao Ministério Público, através do promotor Dr. Nilzir Soares Vieira Júnior, que fora o interlocutor daquela comunidade junto ao órgão. Nos últimos dias Foram colocaram colocadas placas sinalizadoras e nesta semana teve início a colocação de redutores de velocidade local.

“A união e a luta dos aguilhadenses venceram. Obrigado ao DER e ao Dr. Nilzir. Obrigado também a Tribuna da Praia”, agradece o líder comunitário Edson Souza Rabelo, um dos cidadãos mais comprometidos com aquela importante comunidade.

19 de nov de 2010

Jovens Adventistas do 7º Dia na Campanha ‘Praias e Rios’ em Pirambu

Eles formam o Grupo de Desbravadores Guardiões das Matas


Acontece neste domingo, a partir das 09 horas, a 4ª edição da Campanha ‘Praias e Rios: vamos limpar e aprender a não sujar’, promovida há cinco anos pela Frente das Águas de Sergipe, coordenada pelo jornalista Osmário Santos, ela acontece desde 2007 em nossa cidade.

Este ano deverá reunir 100 voluntários de várias instituições, entre as quais os jovens adventistas do Grupo de Desbravadores Guardiões das Matas, um dos mais representativos de Sergipe e um grupo de estudantes do Colégio Estadual José Amaral Lemos, berço cultural de Pirambu.

O Mutirão terá como percurso o Rio Japaratuba, nas proximidades da Orla, em direção a praia de Pirambu, cujo ponto culminante será em frente a sede da Reserva Biológica de Santa Isabel. O projeto tem a frente a Ong SOS Rio Japaratuba, a Tribuna da Praia e a parceria da Prefeitura de Pirambu.

Jovens de Pirambu, Barra e Carmópolis reunidos

Cerca de 150 alunos de Carmópolis, Barra dos Coqueiros e Pirambu estiveram na Câmara Municipal de Carmópolis para receber certificados do programa Projovem Trabalhador. As qualificações profissionais foram na área de acondicionamento de alimentos e serviços pessoais. A solenidade contou com o secretário de Trabalho José Macedo Sobral; o diretor executivo da Rede Nacional de Aprendizagem e Promoção Social e Integração, o coordenador do Projovem regional José Rafael Silva; a secretária de Juventude e Trabalho do município Almira Magalhães; a secretária adjunta Sumara Alves e a secretária de educação Marilene Tibúrcio


Fonte: OSMÁRIO - Em: 18/11/2010

CONVITE: Festa da Padroeira Santa Isabel

O prefeito de Pirambu José Nilton convida a todos para participar dos festejos em homenagem a Padroeira do povoado Santa Isabel.


I – PROGRAMAÇÃO RELIGIOSA

DIA 19/11 – PROCISSÃO AS 16:00 HORAS
MISSA E BATIZADOS AS 17:00 HORAS

II – PROGRAMAÇÃO SOCIAL

DIA 20/11 – APARTIR DAS 21:00HS SHOWS COM AS BANDAS:

JL MUSICAL
ASAS NOVAS
DINO O MORENO APAIXONADO DO ARROXA

DIA 21/11 – APARTIR DAS 10:00 HS MANHÃ DE SOL COM A BANDA FASCINAÇÃO DO ARROCHA

ORGANIZAÇÃO: COMUNIDADE DO POVOADO SANTA ISABEL

REALIZAÇÃO: PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRAMBU

Fonte: Ascom/PMP - Em: 19/11/2010

Professores de Pirambu e Itabaianinha terminam greve

Reunidos na Assembleia Legislativa de Aracaju enquanto aguardavam o posicionamento da comissão pluripartidária convocada pela Deputada Ana Lúcia/PT, os professores de Pirambu e Itabaianinha discutiam e decidiam os rumos do movimento grevista.


Com o decreto da justiça de ilegalidade da greve e uma resposta não muito propositiva da comissão, a categoria decidiu que voltará ao trabalho, mas a luta continua. Segundo Joilma Silveira, professora de Itabaianinha, o prefeito do município se recusa a negociar e não respeita o magistério. “Ele nunca recuou. Pelo contrário, preferiu agredir os professores com xingamentos”, denuncia.

O SINTESE vai entrar com um pedido de conciliação. Solicitando ao Poder Judiciários que seja convocada uma reunião com prefeitos e categoria para se chegar a um acordo.

Nesta quinta-feira (18), os educadores fizeram vigília na Câmara Municipal de Itabaianinha para cobrar soluções no pagamento do piso salarial. O mesmo aconteceu em Pirambu. “Em Itabaianinha não se paga o piso por conta da lei de responsabilidade fiscal, mas o prefeito não prova que está sendo impedido de pagar. Isso tem de ser questionado”, lembrou a deputada Ana Lúcia. No município de Pirambu a batalha é por um reajuste, pois já foi concluída a negociação do antigo piso (de R$ 950).

“Fizemos um bom debate com a sociedade, agora a luta é para que os direitos sejam garantidos. Tenho clareza de que se houver qualquer processo de cerceamento nós iremos nos manifestar de novo”, avalia o professor Dudu, presidente da Central Única dos Trabalhadores.

Fonte: SINTESE (adaptado)

Estudantes de Propriá visitaram São Cristóvão

Na Excursão Pedagógica, uma aula de Educação Patrimonial na quarta cidade mais velha do Brasil


Estudantes do Colégio Estadual Joana de Freitas Barbosa, a maior e mais representativa do baixo São Francisco sergipano, da cidade de Propriá, distante 98 km da capital, Aracaju, visitaram na última quarta-feira, 17, a cidade de São Cristóvão, patrimônio histórico nacional e que com o advento da eleição da Praça São Francisco como Patrimônio da Humanidade, entra no rol mundial dos 18 conjuntos reconhecidos pela UNESCO nesta condição.

A excursão pedagógica foi coordenada pela professora Sezy Cristina Almeida Santos, da disciplina Artes e foi acompanhada pelos professores Antônio César (Ciências e Física), Claudomir Tavares (Filosofia), Conceição Lino (Português e Redação) e Regina Colossoco (Educação Física) e contou com a participação de 40 estudantes das 7ª e 8ª séries do Ensino Fundamental e da 1ª série do Ensino Médio.

O grupo saí de Propriá às 07h30min, retornando às 18h30min, visitando na primeira capital de Sergipe (São Cristóvão foi fundada em 1º/01/1590 e capital do Estado até 17/03/1855, quando perdeu esta posição para Aracaju, que permanece com este título até hoje), o Cristo Redentor, os Museus de Artes Sacra, Histórico de Sergipe e dos Ex-Votos, as igrejas de Nossa Senhora do Rosário, do Amparo, dos Pássaros e de Nossa Senhora do Carmo.

A professora Suzy avaliou a excursão como uma experiência “bastante positiva, uma experiência que deve ser extraída pelos alunos o maior volume de informações para enriquecer seus conhecimentos sobre a cultura colonial, entre elas a arquitetura”, disse. “Um outro ponto positivo foi o comportamento exemplar dos estudantes,sendo registrado pela funcionária que nos recebeu na Igreja de Nossa Senhora do Amparo”, completou Suzy.

Cultura Sergipana – No dia 27 de Novembro é a vez dos estudantes das 3º séries do Ensino Médio que embarcarão nesta viagem fantástica a cidade que, além de possuir uma Praça laureada como Patrimônio da Humanidade, a segunda maior peregrinação do Nordeste (a procissão dos penitentes em homenagem ao Senhor dos Passos) e local onde fora ordenada a freira baiana Irmã Dulce.

A excursão pedagógica será objeto de estudo da quarta unidade pedagógica das disciplinas Cultura Sergipana, ministrada pelo professor Claudomir Tavares da Silva, de Geografia e História, ministradas pelo professor Marcelo José Góis Ribeiro e de Física, ministrada pelo professor Antônio César da Silva Barroso. Estão previstos a participação de 90 alunos, dos turnos Matutino, Vespertino e Noturno, uma responsabilidade que deve ser partilhada.

CULTURARTE 2010: 20 anos de história pra contar!

Começa hoje o Encontro Cultural de Pirambu

Por Claudomir Tavares / claudomir@tribunadapraia.net

Começa hoje e vai até o próximo domingo o Culturarte 2010: 20 anos de história pra contar. O encontro que é promovido pelo Projeto Tamar, inicia suas atividades com as oficinas ‘Como anda nosso mundo’ a partir das 09 horas, no Clubinho da Tartaruga, local onde a partir das 15 horas acontece o Seminário “Educação ambiental no contexto escolar”. Encerrando o primeiro dia, teremos a partir das 19 horas os shows musicais e de dança.

A programação prossegue amanhã, com o cortejo de grupos folclóricos denominado “Culturarte 2010: 20 anos de história pra cantar”. A concentração é na Igreja de Nossa Senhora de Lourdes, de onde saem os grupos para percorrer as principais ruas da cidade, se apresentando em seguida na Praça da Rodoviária. O encerramento do segundo dia será ao som de Trio Pé-de-Serra.

O Culturarte terá seu encerramento na manhã deste domingo, com o batizado e entrega de cordões do Grupo de Capoeira “Unidos nas Tartarugas”, coordenado pelo professor Edivan “Pirulito”. Confira abaixo a programação Oficial informada pela Projeto Tamar:

Dia 19/11 – Sexta- feira:

9h – Local: Clubinho da Tartaruga
Oficinas “Como anda o nosso mundo”;
15h – Local: Clubinho da Tartaruga
Seminário “Educação ambiental no contexto escolar”
19h – Local: Praça da Rodoviária
Shows musicais e de dança
Atrações: Ara Dance, Irmãos de Rua, Meninas Dance, Liberdade de Expressão, Nativus MPB, Impacto Profundo, Som no Casco, O Corre.

Dia 20/11 – Sábado:

15h – Cortejo de grupos folclóricos – “Culturarte 2010: 20 anos de história pra cantar”.
Concentração: Igreja Nossa Senhora de Lourdes
Bacamarteiros de Aguada (Carmópolis/SE)
Cacumbi de Nêgo (Japaratuba/SE)
Ilariô (Pirambu/SE)
Lariô da Tartaruga (Pirambu/SE)
Reisado de Marimbondo (Pirambu/SE)
Capoeira Unidos nas Tartarugas (Pirambu/SE)
Maculêle
Quadrilha Junina das Tartarugas Marinhas
17h – Local: Praça da Rodoviária
Apresentação dos grupos folclóricos e Trio Pé-de-Serra

Dia 21/11 – Domingo:

09h – Local: Clubinho da Tartaruga
Batizado e entrega de Cordões do Grupo de Capoeira “Unidos nas Tartarugas” Prof: Edivan “Pirulito”

Festa da Padroeira do povoado Santa Isabel

Povoado está em festa neste final de semana


O povoado Santa Isabel, também conhecido como Lagoa Grande (foto), distante 24 km da sede do município de Pirambu, celebra neste final de semana a festa de sua padroeira, que dá nome a comunidade. A programação religiosa teve início na noite do dia 10 e se estendeu até ontem, 18, sempre às 19 horas com o novenário. Hoje, às 16 horas teremos o momento mais aguardado, quando a procissão com a imagem da santa percorre as ruas do povoado. Já às 19 horas teremos missa e batizado.

A programação social acontece no sábado, 20, a partir das 21 horas, tendo show com as bandas JL Musical, Asas Novas, Dino: O Moreno Apaixonado do Arrocha. A programação se encerra no domingo, 21, com show da banda Fascinação do Arrocha, a partir das 10 horas. A organização é da comunidade do povoado Santa Isabel e a realização do Governo Municipal de Pirambu: É tempo de reconstruir.

Com informações da Secretaria Municipal de Cultura/Pirambu – Em: 18/11/2010

18 de nov de 2010

Forum discute turismo e meio ambiente em Lagoa Redonda

Através de convite formulado pelo ambientalista Ronnie da Silva Ferreira, a Tribuna da Praia estará participando nesta quarta-feira, 18/11, a partir das 08 horas, do Fórum de Desenvolvimento Turístico e Ambiental do Povoado Lagoa Redonda.

A reunião acontece no plenário da Câmara de Vereadores e será promovido pela prefeitura municipal de Pirambu, através da secretaria municipal de Agricultura, Pesca e Meio Ambiente.

Segundo Ronnie, coordenador do Fórum o objetivo do foram é “traçar um plano com medidas preventivas e corretivas, devido os problemas gerados com o turismo desordenado naquela região”, disse.

Professores de Itabaianinha e Pirambu fazem vigília na ALESE

Os professores das redes municipais de Itabaianinha e Pirambu ocuparam na manhã da última terça-feira, 16, as galerias da Assembleia Legislativa de Sergipe e permanecerão lá em vigília, até que o processo de negociação entre a categoria e dos dois prefeitos seja reaberto.


A deputada estadual Ana Lúcia conclamou os deputados a formarem uma comissão pluripartidária para que juntos pudessem ter uma audiência com o Poder Judiciário. Isso porque tanto a greve de Itabaianinha quanto a de Pirambu foram consideradas ilegais, segundo informação do site do Tribunal de Justiça.

“Todas as greves do magistério foram consideradas ilegais, precisamos saber o que pensa o Judiciário sobre o direito de greve do servidor público”, disse a deputada.

Itabaianinha

Em greve há mais de três meses para conquistar o piso salarial, os professores de Itabaianinha já sofreram todo tipo de agressão. Já foram comparados a laranjas podres, chamados de preguiçosos, baderneiros e tiveram os salários suspensos, mas os educadores não receberam os ataques passivamente, reagiram com manifestações públicas inclusive na capital para chamar a atenção das autoridades.

Eles decidiram ocupar a Assembleia Legislativa do Estado para demonstrar o repúdio da categoria com relação a postura do prefeito Joaldo Lima, pela forma autoritária como ele tem tratado dos educadores, como também pelo gerenciamento negligente da rede municipal de ensino.

O prefeito de Itabaianinha chega ao ponto de não cumprir leis sancionadas por ele mesmo. A Lei do Piso já foi aprovada e sancionada, mas com a desculpa de que vai extrapolar o limite da Lei de Responsabilidade Fiscal diz que não tem como pagar o piso.

Mas apesar de usar a Lei de Responsabilidade Fiscal como escudo para o não pagamento do piso, criou na estrutura administrativa mais três secretarias.
Pirambu
Também acampados na Assembleia Legislativa os professores de Pirambu buscam o reajuste anual do piso. Logo que o valor de R$1.024,67 foi anunciado, a categoria buscou negociar com a administração do prefeito José Nilton, mas até agora não houve negociação. A administração inclusive trata os professores de forma desrespeitosa feriando, inclusive, dispositivos legais constantes no Estatuto do Magistério.
Com informações do SINTESE - Em: 16/11/2010

Zé Nilton: 'numa situação deplorável e embriagado'

Enquanto professores lotavam as galerias da Assembleia Legislativa e a deputada estadual Ana Lúcia (PT) fazia duro discurso contra prefeituras como a de Pirambu, o deputado André Moura (PSC) falou em um aparte que o prefeito do município não respeita os professores, ao ponto de chegar bêbado, ‘numa situação deplorável e embriagado’, a uma reunião na Câmara de Vereadores.
Fonte: Jornal da Ciade - Em: 17/11/2010

17 de nov de 2010

Professores reúnem-se em Pirambu e avaliam 47 dias de greve

Ato acontece a partir das 13h30min na Praça da Rodoviária
Por Claudomir Tavares | claudomir@agenda21.com.br
Num gesto ousado o magistério municipal resolveu peitar a truculência, autoritarismo e falta de diálogo do prefeito José Nilton de Souza (PMDB), considerado a maior tragédia que se abateu sobre a administração municipal e a secretária Maria de Lourdes Cardoso Gouveia, responsável pela implantação do caos na educação pública municipal.
A categoria mostrou destemor e já antevendo uma decisão da Justiça, que tem demonstrado através de seu (s) ato (s) monocrático (s) a opção pela criminalização do movimento sindical, em especial dos professores das redes municipais, como Laranjeiras, Brejo Grande, Itabaianinha e Pirambu.
Em greve desde o dia 1º de Outubro de 2010 (a decisão fora tomada em Assembléia Geral de 27 de Setembro), os professores conseguiram a adesão de 90% da categoria e o apoio de 78% da sociedade pirambuense, índice que, não obstante entendimento contrário de parte dos poderes públicos (Executivo, Legislativo e Judiciário), legitimou este que entra para a História dos movimentos sociais de Pirambu como a maior marca de resistência ao longo dos seus 47 anos de emancipação política.
Na Assembléia Geral convocada para às 13h30min desta quarta-feira, 17/11, a categoria pode decidir pelo retorno as aulas, não em função de determinação judicial, pois há a possibilidade de continuação do movimento, mediante possibilidade de pagamento de multa diária de R$ 1.000,00 (mil reais), enquanto se recorre da decisão ao Pleno do Tribunal de Justiça, a quem compete julgar o mérito do movimento paredista que se deu mediante absoluta incapacidade de dialogar demonstrada pelo antidemocrático chefe do executivo, que mostra todo seu DNA da ARENA, da qual tem repetido sua essência com requintes de crueldade em nosso município.
O retorno as aulas, caso seja esta a decisão deliberada na Assembléia Geral desta quarta-feira, se dará em respeito ao apelo insofismável de pais de alunos, estudantes, a sociedade em geral, que propõe novos métodos e estratégias de lutas contra este modelo de gestão que de novo, já nasce velho.
Entre as próximas etapas de lutas, denunciar e desmascarar os inimigos da educação em Pirambu, eleitos pelo conjunto da categoria, estudantes e pais de alunos, a saber o prefeito Zé Nilton, a secretária Lurdinha e o presidente da Câmara Municipal, Juarez Alves, pelas suas posturas, contra os professores, incorporados ao serviço público pelo instrumento democrático do Concurso Público, diferente deste trio que tem dia e hora contados para serem desencastelados das funções que ocupam.
Segundo os líderes do movimento, “a luta só está começando e novas estratégias de lutas estão sendo elaboradas, inclusive denunciando através de dossiê, as mentiras, as mazelas praticadas pela atual administração, que tem se caracterizado como persona non grata da educação, dos professores e do serviço público em geral”, revela a professora Veralúcia Santana, delegada sindical de base do SINTESE local.
De nossa parte, não vamos abri mão do exercício de cidadão e enquanto vida tiver, estaremos vigilantes diante daqueles que se acham donos do município, como se o tempo de coronelismo ainda existisse. Esse é um compromisso inadiável e inarredável ao longo dos últimos vinte sete anos!
________________________
* Professor CONCURSADO das redes municipal e estadual, cidadão pirambuense e perseguido político pela atual administração.

13 de nov de 2010

EXCLUSIVO: Saiu a Programação do XX Culturarte - Encontro de Cultura e Arte de Pirambu

Confira abaixo, com absoluta exclusividade a Programação do XX Culturarte – Encontro de Cultura e Arte de Pirambu, que acontece nos dias 19, 20 22 e 21 de Novembro de 2010, evento promovido pelo Projeto Tamar. As informações foram gentilmente disponibilizadas por Jamyle Argôlo Projeto TAMAR-ICMBio / Fundação Pró-TAMAR Educação Ambiental / Inclusão Social Sergipe. Pelo vigésimo ano consecutivo a Tribuna da Praia fará a cobertura “do único encontro em Sergipe que ainda não se deixou contaminar pela cultura de massa”, segundo a jornalista e cantora Marta Mari.
  • Dia 19/11 – Sexta- feira:
9h – Local: Clubinho da Tartaruga
Oficinas “Como anda o nosso mundo”;
15h – Local: Clubinho da Tartaruga
Seminário “Educação ambiental no contexto escolar”
19h – Local: Praça da Rodoviária
Shows musicais e de dança
Atrações: Ara Dance, Irmãos de Rua, Meninas Dance, Liberdade de 
Expressão, Nativus MPB, Impacto Profundo, Som no Casco, O Corre.
  • Dia 20/11 – Sábado:
15h – Cortejo de grupos folclóricos – “Culturarte 2010: 20 anos de 
história pra cantar”.
Concentração: Igreja Nossa Senhora de Lourdes
Bacamarteiros de Aguada (Carmópolis/SE)
Cacumbi de Nêgo (Japaratuba/SE)
Ilariô (Pirambu/SE)
Lariô da Tartaruga (Pirambu/SE)
Reisado de Marimbondo (Pirambu/SE)
Capoeira Unidos nas Tartarugas (Pirambu/SE)
Maculêle
Quadrilha Junina das Tartarugas Marinhas
17h – Local: Praça da Rodoviária
Apresentação dos grupos folclóricos e Trio Pé-de-Serra
  • Dia 21/11 – Domingo:
09h – Local: Clubinho da Tartaruga
Batizado e entrega de Cordões do Grupo de Capoeira “Unidos nas Tartarugas” Prof: Edivan “Pirulito”

RETRÔ: Câmara Municipal - A Casa da Prosperidade (Por Elder Muniz)

O histórico desta casa do legislativo municipal é extremamente negativo, com algumas exceções é claro! Legislam em causa própria, numa prova inequívoca de desrespeito aos cidadãos pirambuenses ¹
Por Elder Muniz | eldermuniz@yahoo.com.br
A câmara de vereadores de Pirambu deu mais uma prova de seu amor egocêntrico. O histórico desta casa do legislativo municipal é extremamente negativo, com algumas exceções é claro! Legislam em causa própria, numa prova inequívoca de desrespeito aos cidadãos pirambuenses. Mas não era de se esperar outra coisa. Com a renovação desqualificada que ocorreu na última eleição, a propensão é que esta casa transforme-se definitivamente num condomínio de luxo ao bel prazer de seus proprietários, pois é desta forma que ele vêem o patrimônio público (se é que enxergam alguma coisa).
Tomados pelos vícios da institucionalidade, tentam ganhar brilho na luz opaca das sombras do egoísmo que os rodeia. Vivem o êxtase da ascensão político-social promovida pelo status gerado pelos interstícios do poder. Embriagados com a água da fonte dos prazeres, concebem o mundo como um paraíso encantado, em que eles são magos com poderes especiais capazes de possuir tudo aquilo que anseiam, apenas com o poder da caneta, que boa parte deles, sequer sabem segurar.
Cegos pela ambição, não conseguiram esperar nem o fim do primeiro mês de legislatura para iniciar suas ações de imoralidade pública. Enquanto os funcionários do município sofrem com os atrasos de salários como forma de castigo aplicado pelo ?supremo senhor administrador? a câmara de vereadores comemora o seu triunfo salarial sobre as mazelas do povo (com exceção para os que votaram contra). Uma festa privada, em que o acesso é restrito àqueles que, se poderem, vedem a alma ao diabo em troca de vantagens pessoais. Mas de quem é a culpa? Será que é deles ou é do povo?
A falta de decoro já uma característica peculiar destes que ocupam as cadeiras douradas da casa da mãe dos filhos desamparados. É o refúgio dos que procuram a paz financeira. Homens comprometidos apenas com o banquete que este espaço institucional pode lhe oferecer. O modus operandi maquiavélico como é conduzido os trabalhos do legislativo demonstram explicitamente a displicência destes que se predispuseram a representar o povo, mas que mal conseguem representar-se. É preciso reconhecer que não se pode cobrar muito daqueles que sequer sabem assinar com exatidão o próprio nome.
A história se encarregará de dizer qual final teremos para os ilustres homens de gravata, mas que ainda comportam-se de modo pueril. Os sábios magos que conhecem os segredos do caminho espúrio da prosperidade imoral que tanto almejavam. Espero apenas que o povo um dia consiga acordar do sono profundo no qual se encontra. E que consiga ver o mundo sem essa venda escura que encobre seu rosto, Talvez desta forma possamos pensar que a pesar ?deles? amanhã há de ser outro dia!
* Elder Muniz é estudante do curso de Ciências Sociais da Universidade Federal de Sergipe e cidadão pirambuense
¹ Artigo publicado em 05 de Fevereiro de 2009, republicado nesta data só para refrescar a memória dos leitores da Tribuna da Praia e eleitores de Pirambu (semanalmente vamos publicar textos como estes, só para mostrar que o povo vai cobrar mais na frente)!

Tudo pronto para 3ª Cavalgada da União

Encontro de cavaleiros e amazonas está marcado para 14 de novembro no povoado Lagoa Redonda e cidade de Pirambu
Por Claudomir Tavares | claudomir@tribunadapraia.net
Organizada pelos amigos Artur Mendonça e Leopoldo Lima a já tradicional Cavalgada da União acontece pelo terceiro ano consecutivo e deve reunir neste domingo, 14/11, milhares de cavaleiros e amazonas de toda região Norte de Sergipe no povoado Lagoa Redonda, distante 14 km de Pirambu, onde a partir das 10 horas acontece a grande concentração as margens do Riacho e em seguida na própria cidade, para onde segue o cortejo a partir das 14 horas.
Em Lagoa Redonda a animação fica por conta da banda ‘SEDUÇÃO DO ARROCHA’, enquanto que em Pirambu os shows ficam sob a responsabilidade das bandas 'SINTONIA.COM' e 'FIXAÇÃO'. Caravanas de todas as cidades vizinhas, povoados e de outras 'paragens' já se programam para 'invadir' literalmente Pirambu, que tem esta dada reservada para o lazer, entretenimento, encontro de amigos neste pedaço de chão mais gostoso de Sergipe.
Para realização da 3ª Cavalgada da União, Artur e Popô contam com as parcerias das seguintes empresas, instituições e pessoas: PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRAMBU, ZÉ DO ESTOFADO, SERVCON, APROVIDA, POINT CAR, RESTAURANTE PIRAMBELEZA, RESTAURANTE RIO MAR, TRIBUNA DA PRAIA e você que não tem medido esforços e se esmerado para credenciar a 'Cavalgada da União' como uma das mais sólidas de Sergipe. As fotos da Cavalgada mais arretada do Norte Sergipano (na faixa do Vale do Japaratuba, Barra Cotinguiba e Baixo São Francisco) serão disponibilizadas neste espaço com absoluta exclusividade a partir de segunda-feira, 15/11. Informação e incorporação: artur.mend@hotmail.com

IV Campanha Praias e Rios acontece dia 21 de Novembro em Pirambu

Evento é promovido pela Frente das Águas de Sergipe, da qual faz parte a ONG SOS Rio Japaratuba e a Tribuna da Praia
Uma reunião que acontecerá neste final de semana, concluirá a etapa local de organização para o Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias na cidade, que acontecerá em 21 de Novembro (dentro das sugestões de data para 20 e 21/11). Este é um programa internacional de educação ambiental que mobiliza milhares de pessoas em todo o Planeta. Entidades e comunidades que quiserem participar têm até o dia 15 para fazer o pedido de inscrição através do e-mail claudomir@tribunadapraia.net.  O contato é com Claudomir Tavares, da ONG SOS Rio Japaratuba, que coordena a campanha em 2010.
Desde 1986, a Ocean Conservancy, uma organização não governamental norte-americana, promove o Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias (Internacional Coastal Clean up), uma das campanhas internacionais mais efetivas, amplas e contínuas do mundo. Durante este evento, que sempre ocorre no terceiro sábado de setembro (em Sergipe ele ocorre em datas definidas pela Frente das Águas, que tem a frente o jornalista Osmário Santos), voluntários em todas as partes do mundo coletam o lixo de praias e margens de rios. A cada ano, a participação popular aumenta. Desde o seu início, mais de 35 milhões de pessoas, de 120 países participaram da campanha. Além disso, mais de mil mutirões subaquáticos aconteceram em 100 países, com aproximadamente 900 mil mergulhadores.
Em Sergipe a campanha acontece pelo quarto ano consecutivo e este ano, de acordo com Osmário, deve reunir algo em torno de 5 mil voluntários. Aqui em Pirambu ela acontece desde 2007 e conta com as presenças de estudantes das redes municipal (Mário Trindade Cruz), estadual (José Amaral Lemos), ong’s (SOS Rio Japaratuba, Desbravadores Guardiões da Mata, Clubinho da Tartaruga, Vereda da Cultura, Instituto Tuturubá), poder público (Prefeitura de Pirambu, Projeto Tamar), órgãos de comunicação (Tribuna da Praia, Rádio Megafone), iniciativa privada, associações comunitárias, entre outras instituições.
Em 2007 a campanha foi dirigida pela Prefeitura Municipal de Pirambu (Período de Intervenção), reunindo estudantes das escolas Mário Trindade Cruz, José Amaral Lemos, programas como PETI e Desbravadores Guardiões da Mata. Em 2008 e 2009 ela foi dirigida pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Japaratuba, e teve a participação das escolas citadas, das ong’s SOS Rio Japaratuba, Vereda da Cultura, Clubinho da Tartaruga,  e Institutos Tuturubá e Projeto Tamar.
Este ano a campanha será dirigida pela SOS Rio Japaratuba e além destas entidades, outras estarão se incorporando, devendo se incorporar a esta macro atividade de educação ambiental, como a Comissão Pró-Ong Cultivar, Instituto Sílvio Romero, Juventude Quadrangular e outras instituições.
Fonte: SOS Rio Japaratuba - Em: 12/11/2010

PCB promove Curso Estadual de Iniciação Partidária em Pirambu

Acontece nos dias 13 e 14 de novembro e reúne dirigentes, militantes simpatizantes do PCB de todo o estado
O PCB definiu em reunião de seu Comitê Regional realizar na cidade de Pirambu um Curso Estadual de Iniciação Partidária. Acontece nos dias 13 e 14 de Novembro, devendo os comunistas de vários da capital e interior de Sergipe chegar a cidade na mahnã deste sábado, retornando na segunda, 15, período de feriadão.
A decisão pela cidade de Pirambu deu-se pelos aspectos geográfico e político. Geográfico pela proximidade com a capital Aracaju e político como forma de prestigiar o município onde o partido obteve o melhor resultado proporcional.
O curso terá a coordenação do Centro de Estudos Karl Marx e será ministrado por professores da escola estadual e nacional de formação política, reunindo 30 dirigentes, militantes e simpatizantes da capital e interior de Sergipe, além de convidados.
“Além de uma honra para os comunistas de Pirambu, a escolha da cidade para sediar o curso multiplicam as responsabilidades dos camaradas”, descreve o professor Claudomir Tavares, dirigente municipal do partido.

Cem anos da Revolta da Chibata: Uma luta de raça e classe

Por Júlio Condaque e Maristela Farias
• João Cândido foi a referência da Revolta da Chibata, levante popular dos marinheiros negros ocorrido em 22 de novembro de 1910, no Rio de Janeiro. Isso porque ele havia tido a oportunidade de participar de cursos em outros países e de presenciar a organização operária e dos marinheiros que fizeram a primeira greve naval na revolução russa (1908).

Essas experiências internacionais lhe deram destaque na liderança da revolta popular. Segundo o historiador Nascimento, outras lideranças estiveram envolvidas, como Ricardo Freitas, Francisco Dias Martins (“O Mão Negra”), que escrevia as cartas ameaçadoras, cabo Gregório, entre outros. Apesar de o objetivo principal da revolta ser o fim dos castigos corporais, os marinheiros também lutavam por melhores condições de trabalho, contra os baixos salários na Marinha e o tratamento discriminatório das elites dos oficiais.

Naquela época, a partir da luta direta da armada militar, que acabou paralisando o Rio – então capital do país – por uma semana, a burguesia foi obrigada a se curvar às reivindicações dos marinheiros. Os castigos corporais “seriam” o último elo ainda existente com a época imperial e o regime da escravidão, apesar de já haver se passado 22 anos da abolição da escravatura.

Mas os marinheiros que fizeram história foram apagados do passado do Brasil, por serem negros. É importante lembrar que esses trabalhadores negros e pobres incluíam em suas reivindicações outras várias da classe trabalhadora em geral, num cenário em que as elites criminalizavam as lutas proletárias, que estavam começando na formação dos sindicatos de base operária.

Essa luta teve uma vitória parcial, mas foi comemorada pelos marinheiros com um “viva a liberdade”. Porém, durou pouco, pois o poder vigente das elites conservadoras se reagrupou para atacar os líderes da revolta um mês depois.

As elites militares não tinham como ordenar a prisão imediata dos marinheiros anistiados. Mas, se aproveitando de um episódio acontecido no Rio Grande do Sul, um novo levante de marujos que não foi bem sucedido, lançaram seu ataque aos líderes da Revolta da Chibata. Em novembro, os marinheiros anistiados foram então arrolados, por meio de provas como bilhetes e denúncias feitas por superiores diretos da Marinha de Guerra.

O governo Hermes da Fonseca conseguiu instalar o estado de sítio, ordenando a prisão dos 18 marinheiros da revolta, entre eles João Cândido. Foram então encaminhados para o presídio na Ilha das Cobras, onde sofreram torturas e muitos morreram. O horror da prisão levou João Cândido a ser internado no Hospício Nacional de Alienados para exames de sanidade mental, ficando 22 dias nesta instituição.

Havia todo um cenário de aumento da carga de trabalho e de pouca valorização das classes subalternas. O governo brasileiro usou naquela época o processo de vinda de imigrantes europeus para a política de branqueamento da população, com os incentivos de terra e moradia aos europeus. Essa política foi utilizada como forma de fragmentar e colocar diferenças entre a classe trabalhadora para melhor explorar e oprimir.

A lei de anistia de João Cândido veio aumentar a contradição do Estado brasileiro, que usa o mito da democracia racial (todos são iguais perante a lei) para tentar apagar o passado de crimes. Ainda nos dias de hoje, é possível ver a história se repetir, pelas mãos de Lula. Recentemente, o governo – com o apoio de algumas organizações negras – comemorou a aprovação de um estatuto da “igualdade racial” esvaziado de suas propostas fundamentais, sem as cotas para negros nas universidades, nos partidos e no serviço público, excluindo a garantia do direito à titulação das terras quilombolas e indígenas, sem a defesa e o direito à liberdade de prática das religiões de matrizes africanas.

O estatuto também não se posiciona sobre a proteção da juventude negra, que sofre verdadeiro genocídio por parte das polícias militares dos estados, em especial no Rio de Janeiro, onde existe uma política de faxina étnica (preparando a cidade para a Copa do Mundo e a Olimpíada). Além disso, não caracteriza o escravismo e o racismo como crimes de lesa-humanidade, conforme acordo internacional do qual o Estado brasileiro é signatário.

Por si só, o estatuto já é um retrocesso a todos os avanços que tentamos conquistar ao longo dos anos. Sob a justificativa da constituição de um marco legal que representaria o reconhecimento da desigualdade racial no Brasil, na realidade foi aprovado um documento de sugestões ao Estado.

Fonte: Opinião Socialista

TODAS AS NOTÍCIAS