5 de dez de 2010

DENÚNCIA: Lava Jato Propriá

Por Claudomir Tavares da Silva *


“Elegância é arte de não se fazer notar, aliada ao cuidado sutil de se deixar distinguir” (Paul Valéry)

Apesar de insistentes denúncias formuladas através do nosso portal (http://www.tribunadapraia.net), o município de Propriá continua prevaricando nas questões de combate aos crimes ambientais. Um exemplo é a não observância a Lei dos Crimes Ambientais/Lei da Natureza (http://www.ibama.gov.br/leiambiental/home.htm) - Lei nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998 - ao permitir a lavagem de veículos (carros, motos, caminhões) e animais (cavalos, jegues, cachorros, etc).

Apelamos para aqueles que com sensibilidade ambiental (?????) para a necessidade de não omissão, pois esta como dizia Bertolt Brecht (Poeta e dramaturgo alemão - 10-2-1898, Augsburgo 14-8-1956, Berlim Oriental), "a omissão é o peso morto da História". Temos discutido estas (e outras agressões) em nossas aulas no CE Joana de Freias Barbosa e o sentimento de indignação da juventude com atitude propriaense é imenso. Propriá precisa urgente de uma política ambiental.

A prefeitura de Propriá precisa acionar a ignição da defesa do meio ambiente. Aguardamos, além de uma resposta neste espaço, principalmente respostas através de ações. E lembrem: "Os adversários, criticam. Os aliados, elogiam! Já os amigos dizem a verdade!".
_____________________________________
* Prof. Claudomir Tavares da Silva (42) é Professor de História do Pré-Uni/SEED e de Filosofia, Filosofia da Educação e Cultura Sergipana no CE Joana de Freitas Barbosa/Polivalente (Graduado em História e pós-graduação em Gestão de Recursos Hídricos, ambos pela UFS).

Nota: Esta denúncia foi postada no Mural de Recados da Prefeitura de Propriá

Nenhum comentário:

TODAS AS NOTÍCIAS