21 de mar de 2011

São José sediou reunião em defesa do Rio Japaratuba

Ambientalistas, lideranças sociais e pescadores defenderam bandeira em defesa do maior patrimônio natural da região

O povoado São José, distante 10 km da sede do município de Japaratuba, sediou na manhã de ontem uma importante reunião em defesa do rio Japaratuba, maior patrimônio natural de 20 municípios do Vale que leva o nome do rio. A reunião, convocada pelo ambientalista Ricardo Almeida, membro do Comitê da Bacia do Rio Japaratuba, contou com o apoio na mobilização da Ong SOS Rio Japaratuba e deste portal e aconteceu no Centro Social Urbano (CSU) Affonso de Oliveira Souza.
Tendo como tema “O Rio Japaratuba pede socorro – a estrada da Matinha pede passagem”, a reunião contou com as presenças de dezenas de pescadores de São José (Japaratuba), de Bebedouro e Aguilhadas (Pirambu), dos vereadores Juarez Alves, presidente da Câmara de Pirambu, de Edgar de São José (PR) e Rui Brandão (DEM), de Japaratuba, do ex-prefeito Pe Gerard Olivier (Japaratuba), dos membros do Comitê do Rio Japaratuba: Rosa Cecília (presidente), Claudomir Tavares (ex-presidente), Ricardo Almeida (representante da Colônia de Pescadores Z-5) e Silvestre Ferreira (representante da Associação dos Moradores do Povoado Porteiras), do ex-presidente do Conselho de Desenvolvimento de Pirambu (Condepi), Etiene Poncin, o Estevo, do engenheiro agrônomo João Carmelo Almeida Cruz, do ex-presidente da SOS Rio Japaratuba, João Batista Almeida, de membros do MST e populares.

Depois de ouvidas as argumentações dos presentes e de apresentadas às propostas, cujo maior conflito ambiental no rio, o aterro do Rio das Pedras/Rio Velho (leito natural do Rio Japaratuba) e do fechamento da estrada real da Matinha, foi aprovada a realização de uma nova reunião, desta vez em frente a fazenda do senhor Carlos Barreto Barbosa, em data e horário a ser definido e fartamente divulgada para que desta vez participem pescadores de Maribondo (Pirambu), Flecheiras (Santo Amaro das Brotas) e Aguada (Carmópolis).
Fatos novos foram apontados, como novos aterros no rio e documento do ICM-Bio/Projeto Tamar que ainda esta semana será entregue ao presidente da Câmara de Vereadores de Pirambu, Juarez Alves (PMDB) que socializará entre as lideranças do encontro. O Parlamento de Pirambu está totalmente imbuído da causa do rio, inclusive tendo o vereador José Luiz de Andrade (DEM), como representante das 20 casas legislativas no Comitê do Rio Japaratuba.

Nenhum comentário:

TODAS AS NOTÍCIAS