2 de jun de 2010

A Hominização

Conceitos

• A hominização é um processo que explica a evolução do grupo dos hominídeos (ou hominidas) até chegar ao homem atual. O homem atual origina-se de um grupo derivado dos prossímios, denominado hominóide.
 Os hominóides geraram duas linhas evolutivas diferentes de seres vivos. Da primeira linha, a dos pongídeos derivam os atuais macacos, orangotangos, gorilas e chimpanzés. A segunda linha evolutiva é a dos hominídeos, de onde procede o homem atual.
• É o processo evolutivo pelo qual a espécie humana se constituiu, tomando as características físicas, fisiológicas e psíquicas que a distinguem dos demais primatas.

Origem e evolução do homem

• Em plena era dos dinossauros, surgiu na Terra um primata que caminhava com as quatro patas e era antepassado comum dos atuais macacos e dos homens. Posteriormente apareceu um novo hominídeo (homíoids), que já era capaz de erguer-se na posição vertical. Tinha o cérebro mais desenvolvido e utilizava os membros superiores para colher ramos e pedras e, numa etapa evolutiva posterior, para fabricar seus próprios utensílios.

As mudanças físicas

• Até adquirir o aspecto atual dos seres humanos, os hominídeos sofreram uma série de mudanças físicas, sobretudo em relação à sua capacidade craniana e ao desenvolvimento do cérebro.
• A capacidade craniana do Australopithecus era de 600 cm3 A do Homo erectus era de cerca de 1.000cm3 com grandes arcos superciliares e a mandíbula robusta. O Homo sapiens tinha uma capacidade craniana de 1.450 cm3, igual à do homem atual, com a testa afundada, ausência de queixo e arcos superciliares muito salientes.

O Australopithecus

Antepassado direto do homem, é um dos hominídeos mais antigos (tem, aproximadamente, 4 milhões de anos). Eram seres de aspecto muito primitivo e com uma estranha mescla de características humanas e símias. Seus vestígios procedem da África.

O Homo habilis (1,8 milhão de anos)

O primeiro representante do gênero Homo. Seus restos foram encontrados na África. Tinha capacidade craniana maior e utilizava instrumentos de pedra pouco trabalhados.

O Homo erectus

Existiu entre um milhão de anos (os restos mais antigos) e 500 mil anos atrás (os mais modernos).

Homo sapiens pré-neanderthalensis

Seus restos datam de 300 mil anos.

O Homo sapiens neanderthalensis

Viveu na Europa, Oriente Médio e África e viveu sobre a Terra cerca de 100 a 300 mil anos atrás.

O Homo sapiens-sapiens

Sua existência data de 40 mil anos.

Nenhum comentário:

TODAS AS NOTÍCIAS