9 de abr de 2010

A República Brasileira de 1964 a 1985... (Final)

... e seus reflexos na vida política sergipana e pirambuense
Por Claudomir Tavares * | claudomir@tribunadapraia.net



O ano de 2009 teve uma importância bastante significativa para a História do Brasil. Marcou os 45 anos de instalação do Regime Militar (1964/85), os 40 anos do seqüestro do embaixador americano Charles Burke Elbrick (1969), que deu origem ao Filme “O que é isso companheiro?”, os 30 anos da conquista da Anistia, os 20 anos da Redemocratização com as Eleições Presidenciais de 1989. Aqui em Pirambu, está sendo marcado pelo início das comemorações dos 25 anos de instalação do primeiro partido de esquerda, o PT, que em 14/12/2010 celebra Bodas de Prata.

Para marcar estas datas, a Tribuna da Praia está dando início a uma série de artigos, que estréia com “A República Brasileira de 1964 a 1985 e seus reflexos na vida política sergipana e pirambuense”, de nossa autoria, e que fora apresentado a disciplina História do Brasil III, ministrada pelo professor Dr. Jorge Carvalho do Nascimento, da Universidade Federal de Sergipe (UFS) no segundo semestre de 2000, e que fora publicado pelo extinto Centro de Documentação “Paulo Freire” (CEDOC-PT) em janeiro de 2001. O artigo está estruturado em quatro partes, a saber: 1 – 20 anos que alguém comeu, 2 – o 1964 em Sergipe e o surgimento do PT, 3 – Pirambu na época do Regime Militar e 4 – O PT em Pirambu. Preservamos o texto como fora confeccionado há 10 anos. Confira a quarta e última parte do artigo:

:: O SURGIMENTO DO PT EM PIRAMBU

Em 1983 surgiu um grêmio estudantil ainda clandestino, incipiente e independente. Dalí, surgiram algumas sementes para o surgimento do Partido dos Trabalhadores em Pirambu. Mas o surgimento do PT estava ligado, fundamentalmente a performance do candidato a Prefeito de Aracaju em 1985, Marcelo Déda, que com mais de 20 mil votos, ficou em segundo lugar com 11% dos votos da primeira eleição na capital após o regime militar:

“Era 14 de dezembro de 1985, uma noite de verão, mas que fazia muito frio. Reunidos no Bar Beira Rio, lá estavam nós, os estudantes Julinho, Claudomir, Silvana, Jucivaldo e Waldemar (...) e mais Mutuca, Tetê, Lúcio, Carlos e Waldir. (...) Nilson Lima, Robério Viana, Marçal Neto e José Costa (...)”. (SILVA, 2001: 06).

As bases de sustentação política do PT em Pirambu, em seu nascedouro, estavam vinculadas aos pescadores, aos estudantes e aos desportistas do Santos Futebol Clube. Nos primeiros dez anos do PT em Pirambu, o PT passou por momentos ímpares, distintos.

Veja o que afirmou Milton Barreto afirmou ¹ em 1987: “... o PT em Pirambu é uma pedra no sapato da burguesia, é uma barreira frente aqueles que tentam frear a organização popular...” (SILVA, 2001: 6-7).

:: Notas:

¹ Como afirmamos anteriormente, preservamos o texto original, não efetuando as correções gramaticais nem ortográficas.

:: Bibliografia:

DANTAS, José Ibarê Costa. Os partidos políticos em Sergipe (1989-1964). Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1989.
MENEZES, José Valdomiro Fernandes. Origem e formação do Partido dos Trabalhadores no Estado de Sergipe (1980-1982): monografia. São Cristóvão: UFS, 2000.
KOSHIBA, Luiz e PEREIRA, Denize Manzi Frayse. História do Brasil. 6 ed. São Paulo, Ática, 1983.
SANTOS, Lenalda Andrade e OLIVA, Terezinha Alves. Para compreender a História de Sergipe. Aracaju: Opção Gráfica, 1998.
SILVA, Claudomir Tavares da. Pequena História de Pirambu. SEMEC/EMMTC, 2001.
.................................................. Resgate Histórico do PT. Pirambu: Cedoc, 2001.
SKIDMORE, Thomas. Brasil: de Castelo a Tancredo (1964-1985). Tradução: Márcio Salviano Silva. São Paulo: Paz e Terra, 1988.

:: Bibliografia Específica:

SILVA, Claudomir Tavares da. Pequena História de Pirambu. SEMEC/EMMTC, 2001.
.................................................. Resgate Histórico do PT. Pirambu: Cedoc, 2001.
______________________________
* Claudomir Tavares (41) é professor de História, Sociedade e Cultura da Escola Municipal Mário Trindade Cruz (Pirambu), de História, Filosofia, Sociologia e Cultura Sergipana no Colégio Estadual Joana de Freitas Barbosa (Propriá). Licenciado em História pela UFS, com Pós Graduação em Gestão de Recursos Hídricos (Aperfeiçoamento – Concluído / Cursando Especialização) pela UFS e Didática e Metodologia do Ensino Superior pela Faculdade São Luís de França. É presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Japaratuba, membro fundador da Sociedade Sócio-Ambiental do Vale do Japaratuba (SOS Rio Japaratuba), presidente municipal e secretário estadual de Assuntos Parlamentares do Partido Verde e Diretor-Fundador do Jornal Tribuna da Praia (Impresso desde 1983 e Online desde 2004). Mantém site, blog, twitter, perfil e comunidade no Orkut.

Nenhum comentário:

TODAS AS NOTÍCIAS