10 de abr de 2010

Tamar Sergipe abriga comemorações de 30 anos

A sede de Sergipe, localizada na frente do Oceanário (praia de Atalaia, em Aracaju), foi escolhida como a sede das comemorações por alcançar os melhores resuttados


O Projeto Tamar, criado para proteger as tartarugas marinhas no Brasil, completa 30 anos. Neste sábado, 10, realiza, simultaneamente, em todas as suas 23 bases de pesquisa - de Santa Catarina ao Ceará - a soltura simbólica do filhote número 10.000.000, alcançada na última temporada. A sede de Sergipe, localizada na frente do Oceanário (praia de Atalaia, em Aracaju), foi escolhida como a sede das comemorações por alcançar os melhores resultados. Em três décadas, a população de tartaruga Oliva foi multiplicada por dez, passando de 100 para 1.000 representantes da espécie.

No dia 11, a festa continua com shows a partir das 16h30, no mesmo local, com apresentação dos grupos folclóricos locais e de rock e MPB, como o Ilariô da Tartaruga. Também estarão presentes os cantores Lenine e Margareth Menezes. Os dois participaram do movimento de músicos famosos que, em apoio à causa dos tartarugas, criou novas letras, musicou e gravou canções compostas por pescadores e moradores de pequenas comunidades.

O Tamar protege cerca de 1.100 km de praias, com 23 bases mantidas em áreas de alimentação, desova, crescimento e descanso desses animais, no litoral e ilhas oceânicas. Ao todo, atua em nove estados. Patrocinado pela Petrobras há 28 anos, o Projeto é coordenado pelo ICMBio - Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade em cooperação com a Fundação Pró-Tamar.

Fonte: Infonet - Em: 10/04/2010

Nenhum comentário:

TODAS AS NOTÍCIAS