23 de nov de 2009

ELEIÇÕES NO PT: A resposta de Pirambu

Petistas impõem a maior derrota proporcional ao traidor Marcelo Déda
Por Claudomir Tavares | claudomir@infonet.com.br

Aconteceu em todo o país no dia de ontem, 22, o Processo de Eleições Diretas (PED/2009), que elegeu os novos presidentes e diretórios municipais, estaduais e nacional do Partido dos Trabalhadores (PT). É, segundo avaliação do próprio partido, e com a concordância deste portal, o mais democrático processo de renovação das direções partidárias do Ocidente. Aqui em Pirambu, onde está fincado um dos mais representativos diretórios de Sergipe, instalado em 14 de dezembro de 1985, há quase 24 anos, encontra-se uma célula de resistência diante do emblemático partido, alvo de problemas intestinais, como o Mensalão, que mancha de corrupção as mãos do seguimento hoje representado pela corrente que atente pelo nome Construindo um Novo Brasil (ex-Articulação ‘Unidade na Luta’).

A vitória do jovem e proeminente Elder Muniz, acadêmico de Ciências Sociais na Universidade Federal de Sergipe, leva ao poder do partido uma geração que inclui outros brilhantes jovens como Daniel Filho, David Oliveira, Eduardo Silva, aliados aos históricos Elenilson Déda, Gilialdo Lima, George Almeida, além dos neo-petistas Vado de Gago, Badinho e Vânia, entre outros, cujo significado vão além dos números obtidos. Elder Muniz obteve 92 votos (85,15%) de um total de 108 votos válidos, contra apenas 16 (14,81%) do atual presidente, Antônio Zacarias (Toinho do Gagal), considerado “o dirigente que desmantelou o partido”, segundo um dirigente que preferimos preservá-lo. “Foi à maior vitória proporcional em Sergipe. Cabe ao PT dá início a um projeto que não permita que o passado retorne ao poder e impedir que a experiência do presente não continui”, comemora o petista histórico George Almeida, um dos integrantes da chapa encabeçada por Elder. “A nossa vitória, por uma diferença tão dilatada surpreendeu até o mais otimista dos petistas em Sergipe”, confessa o presidente eleito. A eleição aconteceu num clima da mais absoluta tranqüilidade, diante da expectativa de uma disputa acirrada, o que não ocorreu, verificando o resultado do PED quando da abertura das urnas.

Eram 170 o número de filiados que estavam aptos a participar do PED em Pirambu. O quorum foi atingido de forma maiúscula, com o comparecimento de quase 50% (se considerados o total de filiados aprovados pelas instâncias municipais, 139, este quorum superou os 77%), contra um mínimo de 15% para validade das eleições. A vitória de Elder Muniz e da chapa eleita, será anunciada oficialmente na manhã de hoje pela comissão responsável pela realização do PED em Sergipe. O responsável pela chapa liderada por Elder Muniz deverá encaminhar à Comissão Executiva Municipal, até o dia 13 de dezembro de 2009, relação com os nomes completos dos(as) eleitos(as) para o Diretório, Comissão de Ética, Conselho Fiscal, que ocuparão as vagas a que teve direito, devendo, ainda, ordenar os(as) demais componentes da chapa, que serão considerados(as) suplentes, na ordem encaminhada pela chapa. Os(as) suplentes substituirão imediatamente os membros efetivos nos casos de ausência ou licença.

No mesmo prazo, os(as) responsáveis deverão encaminhar também a relação com os nomes completos dos(as) delegados(as) eleitos(as) para o Encontro Estadual, que antecede ao 4º Congresso Nacional, devendo, ainda, ordenar os(as) suplentes, que, na ausência dos(as) delegados(as) efetivos(as), serão convocados(as) de acordo com a ordem estabelecida pela chapa. A posse dos membros das direções eleitas acontecerá no dia 20 de fevereiro de 2010.

O 4º Congresso Nacional do PT será realizado no período de 18 a 21 de fevereiro de 2010. O Encontro Estadual será realizado no mês de março. O Encontro Municipal do PT será realizado entre os dias 13 a 28 de março de 2010, o primeiro a ser presidido pelo novo presidente Elder Muniz (o PT realizou 10 encontros municipais de 1986 a 1995 – não temos dados sobre quantos foram realizados de 1996 a 2008, tarefa que deve ser levantada pela nova direção). Elder é o oitavo presidente municipal do PT em Pirambu, conforme relação que segue abaixo:

1. João Ferreira, o Julinho (1985/1986)
2. Adelmo dos Santos (1986/1988) *
3. Claudomir Tavares da Silva (1992/94, 1995/99 e 2000/2003)
4. José Antônio dos Santos (1994/1995 e 1999)
5. Carlos Alberto Guimarães (1999/2000)
6. José Ronaldo Alves (2003/2007)
7. Antônio Zacarias do Nascimento Neto (2007/2010)
8. Elder dos Santos Muniz (2010/2013)

* O PT ficou sem direção de 1988 a 1992.

Algumas lições e leituras sobre as eleições em Pirambu devem ser feitas, indisfarçadamente. Os petistas desta cidade de “lindas praias, ornadas com capricho pelos verdes coqueirais”, como descreve o próprio Marcelo Déda, deu uma resposta no traidor ainda governador de Sergipe, que na eleição passada ‘apunhalou’ sua História, traindo os compromissos e princípios históricos, apoiando o candidato da direita, que aliado ao presidente do partido, impôs uma derrota ao partido, que poderia ter sido evitada e não colocado Pirambu no caos em que se encontra. Os petistas de Pirambu estão a vontade para NÃO VOTAR na reeleição de Déda, caso este seja mesmo candidato (o que qualquer cidadão em sã consciência não acredita, por razões que revelaremos em movo texto). Foi também uma resposta ao atual presidente do PT, Antônio Zacarias, o Toinho do Gagal, que na eleição passada, descumprindo resoluções da Convenção Municipal que confirmou a candidatura a prefeito de Vado de Gago (inclusive com o seu voto), pendeu para o lado do candidato do PMDB do mãos suja Jackson Barreto.

Ao alcançar 85,15% dos votos, Elder Muniz e seu grupo (Articulação de Esquerda) consegue uma vitória absoluta, uma vez que, diante do insucesso da chapa de situação, indicará todos os membros da Comissão Executiva Municipal (5 a 7) e do Diretório Municipal (11 membros), ficando de fora os demais seguimentos políticos locais representados pelo atual Presidente Toinho do Gagal, o atual Vice-Presidente Gilvan Souza e o atual Secretário Geral, o vereador Sandro dos Santos. “Uma vitória insofismável, de todos os pontos de vistas, sejam eles políticos e eleitorais”, contabiliza Elder Muniz.

A vitória do grupo liderado por Elder Muniz, Vado de Gago e seus amigos, confirmam a condição de partido de oposição a administração municipal, devendo TODOS se enquadrarem a esta realidade: “PT: AME OU DEIXE-O”, ironizou um militante político de um partido da base aliada do governo em Pirambu, usando uma frase que tornou-se célebre durante a ditadura militar que infernizou a vida do povo brasileiro de 1964 a 1985, bastante forte ainda nos dias atuais.

Nenhum comentário:

TODAS AS NOTÍCIAS