11 de mai de 2010

Pega na mentira: Dilma ou “Raquel”

Por Fabiano Coury

Ontem na cidade de São João de Meriti (Baixada Fluminense) no Rio de Janeiro foi inaugurado o Hospital da Mulher, Heloneida Studart.Na inauguração desta obra orçada em 40 milhões de reais, havia carros de som, militantes do PT e PDT e distribuição de lanches para a população que fora prestigiar o evento.Lá estava presente o Governador do Rio, Sérgio Cabral, deputados federais e estaduais do Estado e Dilma Roussef, ou “Raquel”.

A obra deste hospital não teve um centavo sequer do Governo Federal. Dilma ou “Raquel” disse mentiras como: “Nós, mulheres, também sabemos de uma outra coisa que está nas nossas mãos, que é o futuro do nosso país. Nós temos que construir. Não vamos deixar que as coisas dêem um passo e voltem atrás. Nós inauguramos uma época. O nosso país mudou e essa mudança é para ficar”.A ministra em sua declaração deu a entender que o Governo ajudou ou fez toda a obra, e Sérgio Cabral demonstra mais uma vez porque faz parte do PMDB, que só se importa em dar apoio e fazer coligações.

É impressionante como Dilma ou “Raquel” menti com uma naturalidade incrível.Assim como Lula, que diz para todos ouvir que criou a Bolsa-Família, que o Plano Real não ajudou a economia em nada, ou seja, o PT faz tudo neste país e há otários que saem por aí repetindo o que estes mentirosos contam.Esta parece ser a segunda vez que a ministra mentiu.Na primeira dizia em seu currículo ter mestrado e quando foi ver, tinha apenas uma graduação; Dilma ou “Raquel”, a candidata que não ajudou a construir a obra, mas na inauguração virou a mãe da criança.

Ao que parece terá outras obras que esta Dona irá inaugurar.Mesmo não tenho verbas federais, ela irá dizer frases como “Temos que construir”, “Nunca neste país, um governo fez tanto para o povo’. São mentiras que me faz lembrar de Max Weber que dizia que existe dois tipos de política: o que vive de política e o que vive para a política. O primeiro é aquela pessoa tipo Dima ou” Raquel “, Lula, e muitos outros, que se saírem da política não conseguem arrumar um emprego para ser flanelinha, é a incompetência pura. O segundo é aquele que faz da política algo para o bem dos outros, que pensa em ser político para fazer realizações em prol da sociedade, que não pensa em seu próprio bolso, ou seja, é o político que precisamos.

Enfim, ontem Dilma ou “Raquel” mostrou a sua verdadeira face: uma ex-guerilheira, mas não ex-mentirosa.Nestas eleições quando ela aparecer, podemos cantar uma música em sua homenagem: “PEGA NA MENTIRA...”.

Nenhum comentário:

TODAS AS NOTÍCIAS