6 de set de 2009

No beco escuro explode a violência!!!

Por Jéssica Regina Santos Melo * | kinhahta10@hotmail.com



“No beco escuro explode a violência
Eu tava preparado
Descobri mil maneiras de dizer o seu nome
Com amor, ódio, urgência
Ou como se não fosse nada
No beco escuro explode a violência
Eu tava acordado
Ruínas de igrejas, seitas sem nome
Paixão, insônia, doença
Liberdade vigiada
No beco escuro explode a violência
No meio da madrugada
Com amor, ódio, urgência
Ou como se não fosse nada
Mas nada perturba o meu sono pesado
Nada levanta aquele corpo jogado
Nada atrapalha aquele bar ali na esquina
Aquela fila de cinema
Nada mais me deixa chocado
Nada!”
(Paralamas do Sucesso, O Beco)

A que violência nos referir? Aos assaltos, as mortes, ao tráfico. Será? Essa violência tornou-se comum a sociedade! Tão comum que chega a ser deprimente, mas há quem ache normal... O que está no auge são escândalos políticos, que também são uma forma de violência. Esta silenciosa.

Os atos vergonhosos da política desnuda os cidadãos tornando-os cada dia mais descrente de mudanças. Em quem confiar? Na polícia que auxilia o trafico? No médico antiético? Nos Juízes parciais ou nos políticos corruptos? Diante do exposto vale recordar o verso onde diz Renato Russo: “se quiser alguém em quem confiar, confie em si mesmo!”.

No país do jeitinho nem tudo está perdido: o Brasil tem jeito! Onde está a solução do país? Na Educação?! É donde se deve partir para que assim as mudanças aconteçam, mas o ponto principal para tais mudanças é a própria sociedade. Essa sim é responsável pela violência que explode no beco escuro “Mas nada perturba o meu sono pesado, nada levanta aquele corpo jogado, nada atrapalha aquele bar ali na esquina Aquela fila de cinema Nada mais me deixa chocado. Nada!” Porque a SOCIEDADE emudece ao ver essa falta de vergonha? Porque ELA É A CULPADA. Afinal quem cala consente! Está mais que claro que a época da REPRESSÃO E CENSURA se foi então porque a sociedade não grita? Não revoluciona? Não busca uma situação melhor???

Comodismo? Capitalismo? Egoísmo?

Nada mais me deixa chocado. Nada!

* Jessica Regina Santos Melo é acadêmica de Direito

Nenhum comentário:

TODAS AS NOTÍCIAS