22 de dez de 2009

O colorido e a diversidade do folclore no XIX Culturarte

Ponto alto do encontro, o cortejo folclórico invadiu as ruas e largo do Culturarte
Por Claudomir Tavares | claudomir@infonet.com.br




Se apenas o cortejo folclórico a programação do Culturarte, ela já valeria pelo encontro. A diversidade e forte presença do elemento popular tem caracterizado este que é o ponto alto do encontro cultural que acontece em Pirambu de forma ininterrupta deste 1991. Concentrado desde às 15 horas do sábado, 19/12, na Igreja de Nossa Senhora de Lourdes (até 1999 na igrejinha velha e desde 2000 na igreja nova), centenas de artistas populares de Pirambu, Japaratuba, Carmópolis e Pacatuba se confraternizam, confabulam sobre a labuta diária e sobre a importância de reverenciarmos a cultura popular, maior patrimônio vivo de um povo.

O cortejo - Aos poucos eles iam chegando e já às 16h30min estavam reunidos a Capoeira Unidos nas Tartarugas (Pirambu e Ponta dos Mangues), incluindo alunos e monitores do PETI, os Ilariôs (de Pirambu e da Tartaruga), o Cacumbi de Nego (Japaratuba), o Reisado de Maribondo (Pirambu) e o Batalhão de Macamarteiros de Aguada (Carmópolis). Em cortejo eles percorreram a rua Otávio Aciole Sobral, Praça Nossa Senhora do Carmo (da Rodoviária), ruas Antônio Torres, Castelo Branco, Givaldo Araújo (ex-General Maynard), João Amaral Lemos, Floriano Peixoto, da Palmeira, retornando pela Givaldo Araújo, entrando na João Pereira do Nascimento, chegando no Largo do Culturarte (nome dado ao encontro desta rua, com rua B/Loteamento Praia Bela e Praça de Eventos, em frente a antiga A Palhoça.

Homenagem – Ao passar na residência onde morou o mestre Constantino, o grupo folclórico Lariô da tartaruga, do qual era integrante até 13/04/2009, quando desencarnou, o grupo emocionou a todos, ao fazer uma grande roda, em sua homenagem. Vários mestres de outros grupos deixaram seus cordões e foram ao local, somando-se as lembranças, entre os quais Sabal (Reisado do Maribondo) e Nazilde (Ilariô de Pirambu). Na porta, seus filhos Davi, Nenel, Ângela, Lula e a viúva dona Nice.

Performances – Reunidos no Largo do Culturarte, onde encontrava-se o Palco Oficial, passamos para as apresentações individuais, começando pelo Lariô da Tartaruga (roda em homenagem a Constantino), seguido pela capoeira Unidos nas Tartarugas (com as presenças de atuais e ex-alunos, alguns deles já mestres), Batalhão de Bacamarteiros de Aguada (enquanto mulheres, homens, jovens e crianças dançavam, outros descarregavam seus bacamartes), Cacumbi de Nego (o mesmo que possui também um Reisado em Japaratuba), Ilariô de Pirambu (grupo que em 2009 completou 15 anos de existência), cabendo ao Reisado do Maribondo, como tem feito há 19 anos, o encerramento da festa. Alíás, junto com o Bacamarteiros de Aguada, o Reisado do Maribondo são os dois únicos grupos presentes em todas as edições do Culturarte.

Parabéns pra você – No palco do Culturarte, enquanto se apresentava o Reisado do Maribondo, uma homenagem especial ao mestre Moacir, do Ilariô de Pirambu, que naquele dia celebrava mais um de seus aniversários. Como fez há alguns anos atrás no aniversário do saudoso mestre Cirico, o público cantou em um só coro ‘Parabéns pra você’. As homenagens a Moacir, ex-presidente e atual base do Ilariô de Pirambu continuaram no domingo, com o abraço de seus amigos, companheiros de grupo e família na sede do Ilariô (aguardem matéria neste sentido).

Anteriores:

19/12/2009 – Música e dança na primeira noite do Culturarte
19/12/2009 - Seminário do XIX Culturarte discutiu questões da Juventude
19/12/2009 - Oficinas reúnem crianças no Clubinho da Tartaruga
18/12/2009 - Oficinas abrem XIX Culturarte
17/12/2009 - O Culturarte na poesia de Jaqueline
16/12/2009 - CONVITE: Bem vindos ao XIX Culturarte
25/11/2009 - Definida programação preliminar do XIX Culturarte
04/11/2009 - Definida data do XIX CULTURARTE 2009
05/09/2009 - Vem aí o XIX Culturarte

:: Dica de Site: Ilariô de Pirambu: http://ilariodepirambu.blogspot.com

Nenhum comentário:

TODAS AS NOTÍCIAS