1 de fev de 2010

FIQUE DE OLHO: Governo Déda mente em relação ao Carnaval de Pirambu

Segundo a secretária Eloisa Galdino, a retirada do Verão Sergipe deu-se para ampliar o carnaval de Pirambu
Por Claudomir Tavares * | claudomir@tribunadapraia.net

“O projeto passou por algumas mudanças neste ano, onde a principal delas é o deslocamento de uma das arenas do litoral norte, em Pirambu, para a Atalaia Nova, o que irá proporcionar diversão durante todo o mês para os quatro cantos do Estado, já que com a saída do Verão Sergipe, o carnaval de Pirambu será ampliado” (http://www.agencia.se.gov.br/noticias/leitura/materia:17002/governo_de_sergipe_acelera_preparativos_para_o_verao_sergipe_2010.html). Com estas palavras a secretária de estado da Cultura, jornalista Eloisa Galdino ‘justificou’ (o injustificável) a retirada (eles preferem chamar de deslocamento) do Verão Sergipe da cidade de Pirambu para Atalaia Nova. Na verdade, Déda, um cidadão que não perdoa, vingou-se desta cidade sempre generosa com ele e que em 2006 deu-lhe uma vitória política e eleitoral, mas que no Verão Sergipe, o público lhe proporcionou uma vaia do tamanho de Sergipe, a maior vaia que um político levou em toda a história política de nosso estado.

Todos em Pirambu (menos eu e outros que conhecem muito bem este cidadão em cujo coração não há espaço para o bem) acreditavam que o Governo de Todos (ou tolos) iria cumprir esta promessa (não honrar a palavra empenhada é uma marca deste cidadão que promoveu o maior estelionato eleitoral desde que Sergipe emancipou-se da Bahia em 08 de julho de 1820). Esperava-se que pelo menos o governador assumisse o Carnaval de Pirambu como um evento estadual, assim como tem feito em outras cidades, a exemplo de Laranjeiras, só para citar o exemplo mais sintomático onde o governo bancou toda a estrutura e infra-estrutura para realizar ali um dos maiores (se não o maior) Encontro Cultural nos seus 35 anos de sua realização.

A sociedade pirambuense e sergipana, que tem o carnaval praiano como o mais representativo no estado, cuja marca são os arrastões e a mistura de ritmos, como o axé, frevo, folia, praia e sol, aguardava pelo menos uma atração nacional em cada tarde ou noite da festa. O patrocínio disponibilizado pelo governo de Sergipe foi o menor desde 2007, quando este grupo encastelou-se no Adélia Franco. O prefeito José Nilton, talvez por excesso de confiança no aliado, aguardava que este cumprisse o que assumiu Eloísa Galdino. Talvez por isso, tenha divulgado a programação tão tardiamente, se bem que nenhuma outra cidade divulgou o seu carnaval (possivelmente aguardando que Pirambu o fizesse).

A administração municipal de Pirambu, naturalmente para preservar a relação de aliados políticos, informa que o patrocínio foi igual ao do ano passado, mas fontes que temos nos garantem que este é menor, consoante o cruzamento da programação de um ano com o outro. De acordo com o secretário municipal de Turismo, Esportes e Lazer de Pirambu, Rafael Marinho, “o valor do patrocínio deste ano foi semelhante ao do ano passado, mas o Governo deveria honrar expectativas criadas”, afirmou. Apesar da falta do apoio prometido, Rafael acredita no sucesso do Carnaval de Pirambu, uma vez que “a programação do Carnaval está muito boa e tenho certeza de que esta edição será de grande sucesso”, acrescenta ele.

O município conseguiu montar esta programação não só pelo apoio, ainda que reduzido, do governo do estado, mas em função de Pirambu estar este ano com suas certidões em dia, diferente de 2009, quando estas estavam comprometidas. Sobre débitos do carnaval passado, o secretário informa que “devido a problemas de certidões por dividas de outras gestões, não recebemos o pagamento do patrocínio do carnaval”, disse. “Assim tivemos problemas para o pronto pagamento. Cada mês estamos honrando alguns fornecedores. Já pagamos uma boa parte, mas com certeza falta pagar a bandinha de frevo. Este ano não será o caso, temos todas as certidões em mãos”, informou em resposta a uma matéria veiculada na edição de ontem e hoje do Jornal da Cidade, reproduzida neste portal.

:: PROGRAMAÇÃO

Pela programação divulgada na data de ontem, 31, na marca da exclusividade por este portal, o Carnaval de Pirambu terá início no dia 12 e estende-se até o dia 16 de fevereiro, constando dela as seguintes atrações: O Troco, Seeway, Danielzinho Elétrico, Cid Natureza, Asas Morenas, Dekolla, Dois Ciganos, Cia do Axé, Solamento e muito mais. O Carnaval de Pirambu é marcado pelas presenças de trios elétricos fazendo os tradicionais arrastões que tornaram e consolidaram o carnaval de Pirambu como uma referência de festa momesca em Sergipe, shows na praça de eventos e pela presença de blocos populares, como o do “Peti”, da “Melhor Idade” e a irreverência das “Marisqueiras” que saem as ruas pelo sexto ano consecutivo, estando novamente totalmente integrado as peças do evento.

:: AS MARISQUEIRAS

O bloco que a princípio tinha como objetivo reunir alguns amigos para curtir o carnaval, cresceu e apareceu. De sua programação nos anos anteriores consta concentração em um local da cidade e de lá sai numa apoteose pelas ruas e avenidas da cidade, até encontrar o ‘arrastão’ em seu retorno Terminal Turístico-Atalainha/Orla de Pirambu. O bloco começou de uma brincadeira de vizinhos em 2005 que reunia 10 homens vestidos de mulher fazendo farra com um som de carro. Na edição seguinte já contaram com um carro de som e depois ganharam apoio da prefeitura do município.

:: RACHÃO DA PRAIA

Idealizado por atletas que aos finais de semana praticam o famoso ‘racha’ na praia de Pirambu, nasceu em 2008 o Bloco ‘Rachão da Praia’, com suporte garantido por políticos como Nilson Lima, Vado de Gago e o vereador Badinho. No seu primeiro ano arrastou a maior pipoca do carnaval. Em 2009, já não era tão grande o público que o acompanhou. Em 2010, segundo Vado de Gago, o bloco sai as ruas e terá o seu apoio, do vereador Badinho de Nilson Lima e Zezinho Guimarães.

:: COBERTURA EM TEMPO REAL

Pela primeira vez o Carnaval de Pirambu terá cobertura em tempo real. A Tribuna da Praia está estabelecendo as parcerias necessárias para garantir a estrutura mínima que lhe garanta colocar no ar Notícias, Entrevistas, Fotos, Curiosidades do Carnaval de Pirambu. Já a partir desta edição você confere os detalhes deste carnaval que promete pela sua singularidade e pluralismo, conforme adjetiva o leitor Hugo, que o diferencia e neste particular, é o maior e melhor de Sergipe, apesar de Déda Chagas.

:: O PIRAMBEACH

Esta festa é a única realizada em uma cidade praiana, uma vez que outros municípios do litoral que promovem carnaval, tem suas sedes distantes do litoral, o que fez sugerir a denominação que pretende criar uma marca para que se torne referencial não só em Sergipe, mas em todo o Brasil. A princípio pode parecer uma grande pretensão, ainda distante, mas apostar significa apostar no potencial daquele que tem sido historicamente o melhor e maior carnaval de Sergipe.

:: INFRAESTRUTURA

Preocupado em receber bem os turistas, foliões que virão a cidade neste Período, a administração municipal está empenhando-se em garantir a infraestrutura necessária, como conforto, segurança, hospedagem (banco de dados com informações de casas para aluguel, pousadas, restaurantes, etc.), abastecimento de água, energia e outras exigências sempre necessárias quando a cidade recebe um fluxo de visitantes maior do que o registrado em todos os demais meses do ano.

:: ATRATIVOS

Pirambu é um destino ideal para quem procura muito mais que frevo, folia e axé. Ornamentada por belos coqueirais, recheada de dunas, lagoas, rios e dezenas de quilômetros de praias, o município abriga a sede da Reserva Biológica de Santa Izabel (Tamar/ICMBio), que transforma este pedaço do litoral norte sergipano em referência nacional, principal sítio reprodutor da tartaruga oliva. Em Lagoa Redonda, distante 18 quilômetros da sede do município, um santuário ecológico com dunas, riacho, praia, cachoeira. Visite, desfrute das belezas, mas exercite sua sensibilidade ambiental.

:: HISTÓRIA DO CARNAVAL 1

Até a primeira metade da década de 80 (século passado), o carnaval de Pirambu era um refúgio dos sergipanos que deixavam a agitação da capital, Aracaju ou vinham passas as férias na bela cidade – os chamados veranistas (nome dado aos primeiros turistas que vinham a cidade). As pessoas freqüentavam locais fechados como ‘A Palhoça’ ou locais abertos como os bares da praia, no ponto onde está atualmente o Tubarão da Praia, melando uns aos outros, formando cortejos animados por coros de vozes, ao som de instrumentos musicais.

:: HISTÓRIA DO CARNAVAL 2

A partir da segunda metade da década de 80, entram em cena os trios elétricos e bandas de renome em nosso estado. Sergipe não tinha ainda os grandes carnavais como são realizados hoje em várias cidades de Sergipe. Na virada para a década de 90, o carnaval de Pirambu chegava ao ápice de um dos melhores de Sergipe. A cidade ficava apinhada de gente nos quatro dias de festa (de sábado a domingo). Atualmente, o Carnaval de Pirambu segue mais o estilo baiano, com blocos, trios elétricos tocando na praia e realizando "arrastões" pela orla marítima ata as ruas da cidade, sem descuidar-se dos demais ritmos, que vai do “entrudo” (modalidade dos antigos carnavais) ao frevo e axé, uma riqueza e diversidade própria do Carnaval de Pirambu.

:: MURAL DE RECADOS:

“Finalmente a Programação do Carnaval de Pirambu, o melhor carnaval de praia de Sergipe, sem dúvida. Quanto a programação, ela pode não ser a maior da História. Antes o Carnaval começava na quarta-feira indo até a quarta-feira seguinte. Um exagero, pois o forte era sempre de sábado a segunda. Na terça já era um fiasco, pelo menos a noite. Agora, a prefeitura otimiza, com as mesmas bandas que farão os carnavais de Sergipe. Ele não é o melhor nem o pior, o Carnaval de Pirambu e Singular e Plural. Parabéns e vamos torcer que tudo ocorra na mais santa paz! Axé... frevo e folia!” (Hugo da Luz)

:: MAIS DE 13 MIL ACESSOS NO INÍCIO DE 2005

A ‘Fique de Olho’ informa o número de acesso da Tribuna da Praia no primeiro trimestre de 2005. Nos meses de janeiro (4.015), fevereiro (4.414) e março (4782) 13.211 acessaram nosso portal. Uma média de 151,2/dia, contra os 126,1/dia em dezembro de 2004. Somados aos 17.805 acessos em 2004, atingimos um total de 31.016 acessos em menos de um ano de operação. Atualmente a nossa freqüência diária é de 3741 acessos/dia, dados atualizados após a informação da média mensal de outubro, novembro e dezembro de 2009. Em abril informaremos a média mensal do primeiro semestre de 2010. Nas próximas edições, informaremos a freqüência dos meses de abril, maio e junho de 2005.

:: FRASE DO DIA:

“É inútil cobrar de um homem algo que ele prometeu quando estava apaixonado, bêbado ou candidato”. (Shirley Maclaine)

:: ANTERIORES ¹:

26/01/2010 – Era uma vez o Encontro Cultural de Propriá
24/01/2010 – Sindicato cobra diálogo com Paulo Britto
17/01/2010 – Povoado Alagamar: Cultura e Tradição
16/01/2010 – 150 anos da visita de D. Pedro II a Pirambu e ao Canal do Pomonga

¹ Nota: As postagens anteriores, incluindo esta, estão em nosso Site Oficial: http://www.claudomir.com.br.
___________________________________
* Claudomir Tavares (41) é professor de Sociedade e Cultura da Escola Municipal Mário Trindade Cruz (Pirambu), de História, Filosofia, Cultura Sergipana no Colégio Estadual Joana de Freitas Barbosa (Propriá). Licenciado em História pela UFS (2002), com Pós Graduação em Gestão de Recursos Hídricos (Aperfeiçoamento – Concluído - 2007/2008 / Cursando Especialização – 2009/2010) pela UFS e Didática e Metodologia do Ensino Superior pela Faculdade São Luís de França (2006). Foi secretário geral (2007/2008) e presidente (2008/2010) do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Japaratuba, membro fundador da Sociedade Sócio-Ambiental do Vale do Japaratuba - SOS Rio Japaratuba (desde 1998), presidente municipal (desde 2008) e secretário estadual de Assuntos Parlamentares do Partido Verde (da Executiva Estadual desde 2005) e Diretor-Fundador do Jornal Tribuna da Praia (Impresso desde 1983 e Online desde 2004). Mantém site, blog, twitter, perfil e comunidade no Orkut.

PSIU: A utilização deste e outros artigos deve respeitar a Lei dos Direitos Autorais. Sua veiculação deve ser previamente autorizada e as informações autorais devem ser mantidas.

Nenhum comentário:

TODAS AS NOTÍCIAS