25 de jul de 2010

A trajetória de Leonardo Dias, candidato a governador pelo PCB

Leonardo Victor Dias, professor de espanhol, filho de pai carioca e mãe sergipana, é natural do Rio de Janeiro, mas sergipano por opção, 35 anos (01 de março de 1975), é o Secretário Político do Partido Comunista Brasileiro em Sergipe.

Iniciou sua atividade política ainda na adolescência, no Colégio Minas Gerais na Urca – RJ como delegado para o congresso da UBES em 1989.

Ao mudar-se para Sergipe em 1991, entrou para o Colégio Atheneu, de grande tradição na política estudantil do estado, e logo se destaca como oposição à direção do grêmio e é recrutado pela UJC. Passa então a ter contato com o marxismo e com o PCB e continuou participando ativamente do movimento estudantil secundarista.

No início dos anos 90 se destaca pelas lutas da meia entrada e meia passagem no estado de Sergipe.

Em 1995 é eleito membro da executiva da UBES (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas) como Diretor de Comunicação. Solidário ao Movimento Sem Terra organiza um ônibus com estudantes para participar da marcha nacional do MST até Brasília em 1997.

Em 1997 vai para o Festival Mundial da Juventude e dos Estudantes, em Cuba. Neste mesmo ano resolve estudar Geografia para conhecer melhor o modelo socialista cubano.

No final de 1999 retorna ao Brasil e passa a fazer parte da Associação Cultural José Martí e retoma a militância no PCB.

Em 2001 torna-se Secretário Político do PCB em Aracaju.

Em 2003 fica responsável pela formação política do Partido no estado de Sergipe.

Atualmente é o Secretário Político do PCB em Sergipe, assessor da Secretaria de Relações Internacionais do Comitê Central do Partido Comunista Brasileiro e candidato ao governo do estado.

Um comentário:

GILBERTO disse...

Caro Claudomir:

Há um tempo não nos vemos!
Simples e eficaz a apresentação do Candidato¨LEONARDO. Passei o nome para avaliação dos parceiros.
Talves nos encontremos no Partidão.

Espero contato.

TODAS AS NOTÍCIAS