17 de jul de 2010

Zé Nilton sofrerá mais uma perda na Câmara Municipal?

Ainda estamos apurando a veracidade da informação para confirmá-la (ou não)
Por Claudomir Tavares | claudomir@tribunadapraia.net

Ninguém duvide da capacidade de recomposição da base aliada no grupo político que dá sustentação ao prefeito de Pirambu, José Nilton de Souza (PMDB). Quando precisou e quando quis, ele teve ao seu lado, votando nos polêmicos projetos considerados prioritários para a administração, ainda que comprovadamente contrários a maioria da população, cada um em seu tempo, os vereadores Juarez de Deus e Ivan Biriba (PMDB), Sérgio Lima e Antônio Ferreira (PSB), Sandro José e Heribaldo Carvalho (PT), Cláudio Pinto (PDT), marcando posição apenas a bancada dos Democratas, os Zé Raimundo e Luiz, ainda que este por muito pouco não estivesse integrado ao projeto da administração.

Do ponto de vista das relações estabelecidas no parlamento, muitas delas de difícil digestão, são compreensíveis e os vereadores, na condição de atores sociais da democracia representativa, tem legitimidade para professar e confirmar os votos de acordo com suas convicções, ainda que por conveniência, em determinadas situações. Ocorre que, os passos dos vereadores são sempre acompanhados pelo grupo político ao qual estão vinculados e isso gera as mais imprevisíveis interpretações, e é nesta perspectiva que temos levantado nossos questionamentos, muitos deles pouco entendido pelos senhores vereadores, achando-se intocáveis na sua condição de representantes do povo. Então ta!

O ex-prefeito de Pirambu, o deputado estadual André Moura (PSC), candidato a deputado federal está disposto a conquistar o posto de mais votado nesta eleição e não tem medido esforços no sentido de ampliar sua base de apoio em todos os 75 municípios de Sergipe. Tem feito incursões que muda a radiografia e geografia política em praticamente todos eles. Não diríamos que está cooptando lideranças, mas enquanto não encontrarmos outro nome para adjetivar estas ações, vamos ficar com o termo adesões voluntárias de lideranças políticas, cabendo ao e-leitor fazer seu devido julgamento. André não tem descuidado da base que o projetou na política e aos poucos vem se recompondo, com o pensamento em fazer o grupo retomar o comando em 2012.

Isso tem provocado muitas ‘dores de cabeça’ ao atual inquilino da prefeitura de Pirambu, o peemedebista José Nilton, que segundo André, “está esquentando a cadeira para que Elinho Martins possa sentar em 2013”, afirma com convicção. Inicialmente André Moura atraiu para sua base de sustentação o vereador Cláudio Ferreira Pinto, o Claudinho do SESP (PDT), que já fora seu opositor, passou a condição de aliado, ‘rompeu’ para apoiar Nilton e novamente retornou as hastes dos Mouras em 2009. Em seguida foi a vez do vereador Sandro José dos Santos (PT), que passou a integrar a base política de André no início deste ano. Em compensação, o vereador Heribaldo Carvalho (PT), revelou-se um anti-Moura, reequilibrando a correlação de força.

Informações de fontes infalíveis dão conta de mais uma conquista de André Moura neste emblemático tabuleiro da política em Pirambu. O ex-prefeito quer mostrar força perante ao atual ocupante da cadeira número 1, para superar no voto a Rogério Carvalho (PT), candidato do grupo liderado por José Nilton, repetindo-se uma tendência que se re-desenha em outros colégios eleitorais, que indicam assim a mais acirrada disputa pelo pódio da Câmara Federal em 2011. Um vereador da base situacionista já teria assegurado assento no navio do Moura, carecendo de alguns ajustes para desembarcar definitivamente do barco pilotado por Souza... pelo menos até uma nova votação como o ‘Projeto do Calote’ e o ‘Veto aos Professores’, cuja conta será cobrada em 2012.

Nenhum comentário:

TODAS AS NOTÍCIAS