11 de jan de 2010

Coroados reis e rainhas do Cacumbi e Maracatu em Japaratuba

Noivos Wesley e Tainara voltam a Igreja este ano para trocar alianças
Por Claudomir Tavares | claudomir@infonet.com.br



A Festa de Santos Reis e São Benedito, na cidade de Japaratuba, é uma das mais importantes do calendário religioso sergipano. A sua realização anualmente, marca em nosso estado o encerramento do Ciclo Natalino, que teve início com as celebrações do nascimento do Menino Jesus, passando pelas festas do Bom Jesus dos Navegantes (que ainda acontecem em várias cidades do Baixo São Francisco, culminando com a Festa de Reis em Japaratuba.

No sábado (09/01), um número incontável a olho nu de veículos participaram da Procissão dos Motoristas, que saiu da Igrejinha de São Cristóvão, percorrendo as principais ruas da cidade cuja religiosidade popular se aflora e se renova neste período. Mas dois grandes momentos estavam marcados para acontecer na manhã e tarde de ontem.

Logo cedo já era grande a movimentação de grupos folclóricos de Japaratuba, povoados e mais o convidado Reisado do Maribondo, que acompanharam os casais de reis e rainhas do Cacumbi e Maracatu, em cortejo que saiu do Barracão Cultural até a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Saúde, onde uma missa celebrada pelo pároco Inaldo César unia o sagrado e o prafano, num sincretismo religioso que depois se irradiava para a frente da Igreja. A coroação dos reis e rainhas do Cacumbi e do Maracatu é um dos autos culturais mais importantes da cultura popular em Sergipe.

Neste momento já se faziam presente a secretária de estado da Cultura, jornalista Eloísa Galdino, que na ocasião representava o governador em exercício Belivaldo Chagas. Após a missa, deu-se o ato de coroação dos reis e rainhas, em palanque armado em frente à igreja. Antes, utilizando da palavra, a secretária Eloísa Galdino e a prefeita Lara Moura, que saudaram as famílias reais da cultura popular, parabenizando-os e falando de suas responsabilidades como gestores do Estado e do Município respectivamente.

Feito isso, procedeu-se ao ato de coroamento: o ex-prefeito por dois mandatos, atual vice-prefeito e secretário municipal da administração Pedro Moura Neto (PPS) coroou a rainha do Maracatu, Juzilane Campos, enquanto a secretária Eloísa Galdino coroou o rei do Maracatu Wesley. O padre Inaldo César, coroou a rainha do Cacumbi, a senhorita Tainara, que possivelmente este ano trocará alianças com o rei do Cacumbi, Wesley, seu noivo. Segundo Lara Moura, “aguardamos para breve, provavelmente este ano, o casamento da família real”, previu.

Coroados, reis e rainhas foram saudados pelos grupos folclóricos que começaram a se apresentar já eram 11h45min. Pela ordem, se apresentaram o Maracatu Mirim, o Pastoril dos Forges, a Chegança de André, o Guerreiro de Zé de Jove, o Maculelê e a Capoeira do Everton, o Candomblé de Dona Nininha, Reisado de Nego, Maracatu de Dona, Reisado do Maribondo, Cacumbis de Nego e de Tonho de Cirico, encerrando as apresentações e iniciando o cortejo, que conduziram os reis e rainhas do Cacumbi e Maracatu até o Barracão Cultural, onde foi servido um banquete aos membros de grupos folclóricos e convidados.

Fonte: TRIBUNA DA PRAIA - Em: 11/01/2010

Nenhum comentário:

TODAS AS NOTÍCIAS