6 de jan de 2010

A produção científica do professor Claudomir Tavares – Parte I

Uma das mais significativas contribuições a pesquisa científica na rede pública estadual e municipal de ensino em Sergipe
Por Renner Alves de Moura * | comventhus@hotmail.com
 

O professor Claudomir Tavares da Silva está entre aqueles da rede pública de Sergipe como um dos que detém uma das maiores e sólidas produções científicas, utilizando-a como instrumentos de subsídios a sua prática pedagógica e municiando aqueles que querem beber sobre os vários temas relacionados a política, história, política e meio ambiente.
 
É, indubitavelmente, aquele em Pirambu mais solicitado quando os assuntos são relacionados a memória e a história da cidade onde trabalha, reside e mantém uma intensa atividade ligada a cultura, política e as questões ambientais, sendo ele presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Japaratuba, da Sociedade Sócio-Ambiental do Vala do Japaratuba (SOS Rio Japaratuba), secretário geral estadual e presidente municipal do Partido Verde e diretor-fundador da Tribuna da Praia, fundado em 1983 e desde 2004 com uma página atualizada diariamente na internet.
 
Formação acadêmica – Licenciado em História pela Universidade Federal de Sergipe (2002), com Pós-Graduação em Gestão de Recursos Hídricos (aperfeiçoamento) também pela UFS (2007), onde tem dado continuidade agora em nível de especialização latu sensu nesta área (2009). Claudomir Tavares demorou a perceber a necessidade da iniciação científica quando estudante da graduação na UFS, apesar de no período já desenvolver uma intensa atividade de pesquisa sobre História, Geografia, Cultura, Política e Meio Ambiente na cidade de Pirambu, estendendo seu raio de atuação mais tarde para Japaratuba e a cidade de Propriá, onde reside e desenvolve suas atividades profissionais no Colégio Estadual Joana de Freitas Barbosa, o maior e mais representativo do Baixo São Francisco.
 
Referências – Claudomir tem duas grandes referências que lhe tem sido inspiração nesta trajetória de professor-pesquisador, apesar de não estar ‘filiado’ a nenhuma linha de pesquisa, o que lhe tem dificultado sua caminhada neste campo emblemático. Guarda as lições assimiladas nas aulas de Introdução a História, ministradas pela professora Terezinha Alves de Oliva, pesquisadora da vida e obra de Fausto Cardoso, diretora do Museu do Homem Sergipano e futura superintendente do IPHAN em Sergipe, que lhe instigou ao estudo e difusão do Patrimônio Cultural de Sergipe e das aulas de Didática e Estrutura e Funcionamento do Ensino,ministradas pelo professor Paulo Heimar Souto, o qual incluiu Claudomir e outros colegas do Curso de História o PQD/UFS entre seus entrevistados quando da construção de sua Tese de Doutorado em Educação, na UFRN (2006).
 
Claudomir registra ainda como pessoas importantes na sua formação a professora Verônica Nunes, museóloga, e que na UFS ministrou as aulas de História da América e o professor Alexandre Amorim (UFPE), cujas contribuições lhe fizeram aprofundar o estudo sobre Educação Patrimonial a partir de 2005, inclusive participando do I Encontro Nacional de Educação Patrimonial, realizado no Convento São Francisco, na cidade histórica de São Cristóvão, em Sergipe.
 
O ano da ciência – Paulo Heimar percebeu pela trajetória e experiência profissional de Claudomir que o mesmo não deveria estacionar seus estudos na graduação e assim o incentivou a apresentar o resultado de sua razoável produção científica em congressos, seminários e simpósios estaduais, regionais e internacionais, realizados em Sergipe e em outros estados brasileiros. Assim, o ano de 2005 pode ser considerado o ano da ciência para Claudomir, que apresentou seu primeiro trabalho no I Encontro Estadual de História da Associação Nacional de História (ANPUH-AL), realizado em Maceió no período de 09 a 12 de março de 2005, na Universidade Federal de Alagoas (UFAL).
 
História, Guerra e Paz – O I Encontro Estadual de História teve sua abertura no Teatro Marechal Deodoro da Fonseca, em Maceió, cuja conferência de abertura (09/03/2005) “A Revolução russa no contexto de guerra e paz”, foi ministrada pela professor Msc Vladimir Palmeira, então doutorando em História pela UFF e conferência de encerramento (12/03/2005) ministrada pela professora Drª Circe Bitencourt, da USP. Tema: “História, Guerra e Paz”. O encontro teve uma carga horária de 42 horas, e Claudomir participou do Mini-Curso “Educação Patrimonial e Ensino de História”, ministrado pelo professor Msc Alexandre Amorim, com uma carga horária de 08 horas.
 
Arqueologia de um Decênio – Claudomir Tavares, que se inscreveu no Encontro como professor do Colégio Estadual “Joana de Freitas Barbosa”, da cidade de propriá, participou do Seminário Temático 02: “História e Movimentos Sociais”, apresentando o Trabalho 04: “ARQUEOLOGIA DE UM DECÊNIO: UM RESGATE DA HISTÓRIA POLÍTICA E CULTURAL DO PT EM PIRAMBU – 1985/1995”, resultado de da Monografia de Graduação em História – Licenciatura Plena, concluída em 2002 na UFS. No Resumo do Trabalho, constava o seguinte texto: “O objetivo deste trabalho é discorrer sobre a trajetória política e cultural do Partido dos trabalhadores, resgatando três momentos distintos, mas que se completam, da sua história nos primeiros dez anos de sua existência no município de Pirambu – 1985 a 1995. O primeiro aborda a origem e desenvolvimento. O segundo, trata da fase em que a existência do partido se deu de forma cartorial. Já a terceira etapa registra a reconstrução do partido e a retomada das suas lutas em novas bases políticas e sociais”.
 
Periodicamente, neste espaço, um novo trabalho apresentado e publicado nos anais de Congressos, Seminários e Simpósios que teve a presença do professor Claudomir Tavares, pesquisador das cidades de Pirambu e Propriá, onde reside e atua profissionalmente.
________________________
* Renner Alves de Moura, comunicólogo, radialista apresentador do programa Antena Sertaneja (Rádio Xingó FM – Canindé do São Francisco/SE), secretário municipal de comunicação de Piranhas/AL e diretor executivo do Jornal “A Folha Regional”, maior mídia impressa do Baixo São Francisco em SE/AL.
 
Fonte: Tribuna da Praia – Em: 25/05/2009

Nenhum comentário:

TODAS AS NOTÍCIAS