18 de jan de 2010

PIRAMBEACH: O melhor Carnaval de Sergipe

Prefeitura de Pirambu estabelece parcerias e prepara o PIRAMBEACH, cuja referência deverá consolidar-se definitivamente como o melhor e maior em nosso Estado


Comprometida com as mais autênticas manifestações do nosso povo, que incluem a realização em Pirambu da maior festa popular do Brasil, o Carnaval, a administração municipal está empenhada em otimizar os festejos momescos na cidade, credenciando-o não só como o maior, mas também como o melhor Carnaval de Sergipe. Assim, a coordenação responsável pela realização está estabelecendo parcerias, tais com o Banese e o Governo de Sergipe, através das instituições que o integra e está ultimando os preparativos finais para construção da programação e infraestrutura necessária diante da expectativa e exigência que cerca o evento, que este ano será realizado no período de 12 a 16 de fevereiro de 2010, e será denominado ‘PIRAMBEACH: O Melhor Carnaval de Sergipe’.

Dentro de um planejamento estratégico, o município de Pirambu, apesar das dificuldades que tem enfrentado (em 2009 registrou-se a menor receita desde 2004), está se calçando nas estruturas de uma gente que se mostra cada dia mais feliz, acreditando na sua capacidade inabalável de superação. Neste sentido, a festa mais importante do calendário de eventos do município apresenta segundo seu cronograma de realização, a partir das etapas até aqui realizadas, uma previsão de mais de 100 horas de shows, que serão levados ao público por atrações bastante conhecidas do público sergipano. O PIRAMBEACH 2010 terá os Trios Elétricos fazendo os tradicionais arrastões que tornaram e consolidaram o carnaval de Pirambu como uma referência de festa momesca em Sergipe, shows na Praça de Eventos, blocos populares, entre eles, ‘As Marisqueiras’ (cuja irreverência invade as ruas de Pirambu pelo sexto ano consecutivo, estando totalmente integrado as peças do evento), bandinhas de frevos animando o Carnaval de Rua, entre outras atrações que serão levadas aos foliões sergipanos dentro dos próximos dias.


Marca de Referência – Neste final de semana último passado, a comissão organizadora montou um verdadeiro mutirão, que animado por bandinha de frevo e com as presenças de várias meninas esteve panfletando, dando início a divulgação do PIRAMBEACH no Verão Sergipe (Atalaia Nova) e Orla de Aracaju. Até a sua realização, outras cidades e festas serão “invadidas” literalmente para convidar o povo sergipano para esta festa que é a única realizada em uma cidade praiana (outros municípios do litoral que promovem carnaval, tem suas sedes distantes do litoral), o que fez sugerir a denominação que pretende criar uma marca para que se torne referencial não só em Sergipe, mas em todo o Brasil. Bandas conhecidas e aprovadas pelo público sergipano já estão confirmadas, a exemplo de O Troco (sucesso “Todo Enfiado”), Seeway, Valneijós, Cajubana, Art Mania, Asas Morenas, Dekolla, Dois Ciganos, Girabamba, Os3, Cia do Axé, Solamento e muito mais que constarão da programação oficial (sujeita a alteração no decorrer do período) a ser anunciada nos próximos dias. Os ritmos atendem a uma tendência baseada no perfil dos frequentadores do carnaval de Pirambu.

Indicativo – Quando a programação chegar até vocês vai constar o início sempre a partir das 11 horas da manhã, encerrando-se às 06 horas do dia seguinte, e assim iniciando-se um novo ciclo diário, deste a sexta-feira, 11, até a manhã da quarta-feira, 17, quando se dá por encerrado o PIRAMBEACH. Na sexta-feira, 12, a programação terá início às 22 horas, com a Abertura Oficial na Praça de Eventos. No sábado, começam os shows na Orlinha, os circuitos (percursos) Orlinha/Terminal/Orlinha (shows na orla e arrastão de ida e volta), intercalado com trios e bandas no Terminal. E assim, prossegue a programação até a terça-feira. 16. Na chegada do arrastão, sempre no início da noite, os foliões não ficam parados, seguindo as bandinhas de frevo que os animarão e se estenderão até o início das apresentações das bandas (três por noite) na Praça de Eventos, prolongando-se até às 06 horas da manhã. A prefeitura de Pirambu irá manter a tradição dos blocos populares, tais como Bloco da Melhor Idade (bandinha de frevo), da Prevenção (bandinha de frevo) e As Marisqueiras (banda OS3).

Infraestrutura e atrativos – Preocupado em receber bem os turistas, foliões que virão a cidade neste Período, a administração municipal está empenhando-se em garantir a infraestrutura necessária, como conforto, segurança, hospedagem (banco de dados com informações de casas para aluguel, pousadas, restaurantes, etc.), abastecimento de água, energia e outras exigências sempre necessárias quando a cidade recebe um fluxo de visitantes maior do que o registrado em todos os demais meses do ano. Pirambu é um destino ideal para quem procura muito mais que frevo, folia e axé. Ornamentada por belos coqueirais, recheada de dunas, lagoas, rios e dezenas de quilômetros de praias, o município abriga a sede da Reserva Biológica de Santa Izabel (Tamar/ICMBio), que transforma este pedaço do litoral norte sergipano em referência nacional, principal sítio reprodutor da tartaruga oliva. Em Lagoa Redonda, distante 18 quilômetros da sede do município, um santuário ecológico com dunas, riacho, praia, cachoeira. Visite, desfrute das belezas, mas exercite sua sensibilidade ambiental.

História do Carnaval em Pirambu – Até a primeira metade da década de 80 (século passado), o carnaval de Pirambu era um refúgio dos sergipanos que deixavam a agitação da capital, Aracaju ou vinham passas as férias na bela cidade – os chamados veranistas (nome dado aos primeiros turistas que vinham a cidade). As pessoas freqüentavam locais fechados como ‘A Palhoça’ ou locais abertos como os bares da praia, no ponto onde está atualmente o Tubarão da Praia, melando uns aos outros, formando cortejos animados por coros de vozes, ao som de instrumentos musicais. A partir da segunda metade da década de 80, entram em cena os trios elétricos e bandas de renome em nosso estado. Sergipe não tinha ainda os grandes carnavais como são realizados hoje em várias cidades de Sergipe. Na virada para a década de 90, o carnaval de Pirambu chegava ao ápice de um dos melhores de Sergipe. A cidade ficava apinhada de gente nos quatro dias de festa (de sábado a domingo). Atualmente, o Carnaval de Pirambu segue mais o estilo baiano, com blocos, trios elétricos tocando na praia e realizando "arrastões" pela orla marítima ata as ruas da cidade, sem descuidar-se dos demais ritmos, que vai do “entrudo” (modalidade dos antigos carnavais) ao frevo e axé, uma riqueza e diversidade própria do Carnaval de Pirambu.

Nenhum comentário:

TODAS AS NOTÍCIAS