6 de jan de 2010

Tradição pede que decoração natalina seja retirada no dia 6 de janeiro

A tradição pede que famílias retirem a decoração natalina em comemoração ao Dia de Reis. Para Igreja Católica, data representa o fim do ciclo natalino
Por Carla Santana/Infonet


Muitas famílias irão seguir a tradição do Dia de Reis e desmontar a decoração natalina nesta quarta-feira, 6. De acordo com o Padre Givanildo Santos, a data representa o fim do ciclo natalino e a abertura para o início de um novo ciclo.

“Esta quarta encerra oficialmente o ciclo do Natal e neste domingo, 10, iremos comemorar o batismo de Cristo. A partir daí, começam outros ciclos, como a Quaresma e a Páscoa”, afirma o padre. “Entretanto, eu não sei exatamente o porquê da retirada de adornos serem no dia 06 de janeiro, provavelmente essa é uma tradição popular”, conclui.

Segundo o padre, as festividades natalinas não foram originadas pela Igreja Católica e sim adaptadas de uma exaltação pagã ao Deus Sol. “Poucos fiéis sabem que o Natal teve as suas origens em um culto pagão. A Igreja só fez substituir o Deus Sol pelo menino Jesus”, conta.

Algumas pessoas seguem a tradição de desmontar a decoração natalina no dia 06 de janeiro, como é o caso da empresária Maria de Fátima. “É um ritual católico que acontece há muitos anos e deve ser preservado para resgatar as tradições. Essa foi a formação católica que eu tive e essa é a educação que eu procuro passar para os meus filhos”, diz.

Outras pessoas, entretanto, tiram a decoração sem prestar atenção na data, geralmente depois do Réveillon. “A minha mãe tira os enfeites assim que as festas de Natal e Ano Novo terminam. Ela não espera até o Dia de Reis não”, diz a estudante Danielle Freitas.

História dos Reis dos Magos

O Dia de Reis retrata a visita dos três reis magos à gruta de Belém, onde nasceu Jesus Cristo. Segundo o padre Givanildo, os homens não eram reis e sim pessoas normais que estudavam o céu e as estrelas.

“Ao avistar uma estrela brilhante no céu, eles descobriram que uma pessoa muito importante iria nascer. Ao encontrar Jesus na gruta, as três pessoas resolveram não contar ao rei Hérodes que a criança havia nascido, já que o rei queria matá-la”, afirma o padre. Desde então, os Reis ficaram conhecidos por disseminar a religião católica pelo mundo, numa época em que os adeptos do cristianismo sofriam perseguição.

Os enfeites que decoram milhares de casas no Natal fazem referência a esse episódio. “A árvore de Natal representa a manjedoura onde Cristo nasceu, os presentes que as pessoas trocam umas com as outras simbolizam os presentes que Jesus recebeu dos Reis e as luzes, como os piscas-piscas, representam da grandiosidade do menino Jesus”, diz o padre.

Nenhum comentário:

TODAS AS NOTÍCIAS