22 de mai de 2008

Dirigentes do Santos denunciam perseguição


Por Claudomir Tavares claudomir@infonet.com.br

Um dos clubes mais populares e vitoriosos de Pirambu, o Santos Futebol Clube, foi fundado em 15 de dezembro de 1972 por João Vieira Nunes (João Cacetão), Wilson Cruz (Piasa), Antônio Vieira Nunes (Tonho Grande) e outros, há 35 anos.

Várias vezes campeão municipal, considerado o papa-torneio no início anos 90, o clube se viu perseguido na administração passada, segundo seus dirigentes, por ordem deliberada do ex-prefeito e líder do grupo que esteve no poder até a metade de 2007.

De lá para cá, o clube foi impedido de jogar no Estádio Municipal (que em vez de receber nome de André Moura, deveria se chamar Erinaldo de Carvalho, o Nado de Gago).

Segundo um dos seus dirigentes, Enaldo Correia de Carvalho, o Ninho de Gago, o glorioso Santos está sofrendo retaliações da atual administração, que não permite que o clube jogue no estádio nem dispute competições, ficando de fora do torneio que a prefeitura iniciará a partir de junho.

O responsável pela areade esporte, Ari da Silva, que no passado foi um dos maiores zagueiros tanto do Guarany quanto do Santos, nega peremptoriamente as acusações de Ninho, dizendo que oficialmente o estádio nunca foi solicitado (através de ofício) e que os clubes que participarão do campeonato foram definidos através de sorteio.

Nenhum comentário:

TODAS AS NOTÍCIAS