26 de set de 2010

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO: Escola Municipal Prof. Emiliano Nunes de Moura

O Ginásio Municipal Professor Emiliano Nunes de Moura Localizado na Praça Moacir Sobral Barreto na sede do município de Japaratuba, teve sua apreciação do projeto na Câmara Municipal da cidade no ano de 1968, em que os vereadores promulgaram a criação da instituição e do Curso Ginasial, a ter início com inauguração no ano de 1969 pelo então prefeito Afonso Oliveira Souza visando o desenvolvimento educacional do município, e favorecendo por extensão os municípios vizinhos de Pirambu, Carmópolis, General- Maynard, Rosário e Barra dos Coqueiros. Esse desenvolvimento iniciou através da prospecção do Petróleo nesta área a partir de 1963. E logo se pensou em homenagear o ilustre professor Emiliano Nunes de Moura - Fessor Emiliano como era conhecido, pois era um conceituado educador da região que ensinava a seus alunos por métodos tradicionais. Sua escola era particular e denominava-se Escola São José e era em sua própria residência localizada na Praça Padre Caio Tavares. Passava seus conhecimentos a crianças e jovens durante o dia e pela noite os adultos.

Fessor Emiliano contribuiu com o desenvolvimento da educação no município por mais de 50 anos, vindo a falecer em 1959, já nonagenário. Em dezembro de 1968 forma abertas as inscrições para exame de admissão ao ginásio (Legislação vigente da época) e em março de 1969 fora instalado oficialmente o Curso Ginasial sob a direção de Maria José Pinheiro de Brito e como Secretário de Ensino , Francisco Corrẽa. Currículo estava de acordo com as metas da Inspetoria Seccional. Para início, duas primeiras séries (curso noturno).Uma sala com estudantes adultos e outra com adolescentes. Como o prédio da Unidade de Ensino no início não estava pronto a escola funcionou do ano de 1969 até 1971 no Grupo Escolar Senador Gonçalo Rollemberg, neste interim tivemos a ilustre presença do Marechal Ademar de Queiroz, então Presidente da Petrobrás, que entregou ao Prefito Municipal o cheque bancário correspondente aos Royalties do municpio, que foi importante para a construção do prédio.

Seus primeiros professores foram: Matemática - Leonarda da Fonseca (Dona Lili), História – Zirleide Pinheiro de Brito, Ciências – José Menezes Gois, Língua Portuguesa -Manoel Carlos dos Santos, Gegrafia – Francisco Corrêa, para lecionar Língua estrangeira foram convidados religiosos Belgas – Cecília Pranger e o Padre Claude René. Para os professores leigos foram feitas capacitações com o curso científico através do Curso de Aperfeiçoamento e Desenvolvimento do Ensino Secundário (CADES), em Aracaju, ministrado por professores de elevado nível técnico da antiga Faculdade de Filosofia.

Todos os professores foram contratados pela Prefeitura Municipal de Japaratuba.A partir de 1971 o número de alunos aumentava ano após ano e outros professores foram contratados para suprir as necessidades, dentre eles podemos destacar: Carmem Rosa Bomfim (Juíza de Direito)Júlio Cécar Gandarela (Professor da UFS e Doutor em Matemática) José Augusto Corrêa (Médico) José Pinheiro de Brito (Médico obstetra) José Carvalho de Oliveira (Odontólogo) Maurício Dantas (Auditor do Ministério da Fazenda) Nicanor Moura Neto (Engenheiro Civil) Eduardo Cabral (Escrivão e Pesquisador) Eraldo Gomes (Militar)Maria Auxiliador Santana (Bancária)O ginásio Emiliano teve a formação da primeira turma em 1972 e nela estavam figuras que foram importantes para o desenvolvimento de nossa sociedade, como Pedro Moura Neto que foi prefeito por dois mandatos e atual vice- prefeito e a Professora Maria Amélia Santos Vasconcelos, primeira vereadora e professora. Seus diretores foram:
  • Maria José Pinheiro de Brito – 1969 a 1971
  • Francisco dos Santos Corrêa – 1971 a 1972
  • Lenira Feitosa – 1973
  • Paulo Simões – 1974 a 1975
  • Dr. José Feitosa – 1976
  • Francisco dos Santos Corrêa – 1977 a 1979
  • Maria Gildete Vasconcelos – 1980 a 1982
  • Juscelinos Pinheiro de Brito – 1983 a 1987
  • Euzébio Francisco – 1988
  • Fidelina Maynard – 1989
  • Maria Lúcia Poncin – 1990
  • Gilvan Costa Santana – 1991 a 1992
  • Maria Luiza Rodrigues de Albuquerque Omena – 1993 a 1994
  • Gilvanize Gonçalves Rocha Almeida – 1995 a 1997
  • Silvanio de Andrade – 1998 a 2002
  • Ronaldo dos Santos – 2003 a 2008
  • Gilene dos Santos – 2009 e o ano em curso.
Nessas quatro décadas de contribuição para engrandecimento educacional no município, a escola Emiliano não passou por grandes reformas em seu espaço físico. Atualmente funciona em três turnos totalizando cerca de 1050 alunos. Sendo que, no turno noturno atende a Educação de Jovens e Adultos do Ensino Fundamental (EJAEF). O seu corpo diretivo é formado por:

Diretora: Gilene dos Santos
Vice – Diretora : Sílvia de Jesus Joaquim
Secretárias: Marilza dos Santos e Aparecida dos Santos
Coordenadora: Nelmary Araújo

Sempre o Emiliano dentro da participação no contexto de crescimento e evolução da sociedade japaratubense colaborou em vários projetos, atividades e eventos. Podemos destacar os debates políticos eleitorais, o Grêmio Livre Estudantil, a Quadrilha Cangaceiros da Boa, A Escola de Samba Unidos de Japaratuba, Cavalgada Estudantil, Excursões, Sede de universidades como a UVA (Universidade do Vale do Acaraú) UAB (Universidade Aberta do Brasil). A formação sócio- cultural de nosso povo a quatro décadas vem sendo feita com a efetiva colaboração da Escola Emiliano. Todo corpo docente e discente está de parabéns pela trajetória de conquistas e sucesso desta escola que nestes 40 anos serviu de referencial para a nossa comunidade servindo e preparando seu povo para o exercício da cidadania no cumprimento de seus deveres, na criação individual e no respeito coletivo.

Nenhum comentário:

TODAS AS NOTÍCIAS