12 de set de 2010

Som é convidado para ingressar no PCB

Militante histórico e dirigente do PMDB está insatisfeito com os rumos tomados pelo partido em Pirambu e deverá abraçar projeto alternativo
Jackson Souza Rabelo, o popular Som, é um dos mais conceituados cidadãos pirambuenses. Natural do povoado Aguilhadas, pelo qual nutre uma ligação inabalável, tem se empenhado diuturnamente na defesa da comunidade que nasceu e mantém um contato permanente, seja nos seus aspectos religiosos (é um dos mais entusiasmados e empenhados na organização da mais tradicional festa religiosa dos povoados, a de Nª Sª da Conceição, padroeira da comunidade), esportivos (foi um dos mais importantes atletas do Santa Cruz Futebol Clube, sendo atualmente um dos maiores incentivadores do esporte em Aguilhadas).

Com este perfil, que inclui ainda a condição de um dos mais atentos observadores e participe da vida política pirambuense, que foi convidado para ingressar em vários partidos, ainda nos anos 80, a exemplo do PT e do PMDB, fez opção por este último, do qual é não apenas um de seus principais militantes, como quadros dirigentes. “Fiz a opção pela tradição deste partido quando ainda MDB destacou-se na luta contra o regime de exceção e em defesa das liberdades democráticas”, justificou Som que é professor e bancário, e um dos mais apaixonados pela sua terra, daqueles que se ‘azeda’ quando a chamam de “Azaguidada”.

Na campanha eleitoral do ano passado, empenhou-se na campanha do prefeito José Nilton de Souza (PMDB), pois tinha uma irmã candidata a vereador por este partido. “Mantive uma postura equilibrada, até porque sempre tive um respeito pelos companheiros do PT, no qual mantenho excelentes relações políticas e pessoais com seus militantes e dirigentes”, completou. “Atualmente temos nos decepcionado com os rumos assumidos pela atual administração e pela sua incapacidade de não ouvir os aliados. Não me sinto a vontade em participar de um partido para apenas assinar atas em convenções”, indignou-se Som.

Lançado em 21 de julho de 2010 em nossa cidade, o PCB é um partido de quadros, não de massa. E assim, não faz campanha de filiação atraindo todo e qualquer eleitor para suas fileiras. “Há algum tempo fazíamos este tipo de campanha, por exigência da legislação eleitoral, que estabelecia um número mínimo de filiados para ser instalado em um município. Hoje queremos no partido os cidadãos de maior credibilidade, os mais conceituados e de passado e presente ilibado”, justifica o professor Claudomir Tavares, dirigente do Partidão, que na última sexta-feira fez um convite para que Jackson Rabelo fizesse esta opção.

“Temos uma meta que é de construirmos um partido de quadros, já tendo incorporado cinco em agosto, três em agosto e, com Som, dois em Setembro, o que nos dá um coletivo partidário de 10 militantes”, comemorou o pecebista. “Ao convidar o Jackson, o fizemos por identificá-lo como um dos mais qualificados quadros da política pirambuense, estando o preparado para desempenhar as tarefas partidárias, inclusive a disputa de um mandato majoritário ou proporcional, caso este demonstre esta disposição”, acrescenta. “Aqui em Pirambu iremos construir um projeto alternativo aos que estão e os que querem retornar”, emenda Claudomir.

O PCB é o mais novo partido político de Pirambu, tem uma agenda mensal de reuniões, uma política de comunicação e não está preocupada com a quantidade de votos que terá nesta eleição, ainda que esteja empenhado em conseguir um número considerado deles. “O nosso propósito é construir o partido dialogando com a sociedade, os movimentos sociais, expressando o que pensamos e acreditamos e não sofismando como fazem as demais forças políticas, ainda que algumas delas travestidas de esquerdas”, informa Claudomir. “A vinda de Som é uma conquista não só do PCB mas da sociedade pirambuense”, disse.

Entre os militantes do PCB em Pirambu, estão integrados aos seguintes segmentos: professor, pescador, evangélico, estudante, pedreiro, agente de saúde, entre outros. “O convite está aberto para todos os cidadãos e cidadãs que ainda não deixaram de sonhar com uma sociedade mais justa, igualitária, socialista, contra a exploração do homem pelo homem, e acreditamos que podemos construir este sonho em nossa comunidade, pois como afirmou Fernando Pessoa, quando mais cantamos nossa aldeia, seremos universal”, finalizou Claudomir que convida a todos para a recepção a Leonardo Dias, no próximo sábado.

Dentro da agenda da Campanha Sergipe no Século 21, que tem como candidato ao governo o professor Leonardo Dias, está previsto uma visita a Japaratuba e Pirambu no próximo sábado, 18. As 08 horas os candidatos do PCB visitam a feira de Japaratuba, reunindo-se em seguida com militantes de esquerda naquela cidade. Às 10 horas visitam o Projeto Tamar, às 10:30 horas o Entreposto de Pesca, às 11 horas a Diretoria de Colônia de Pescadores e as 11:30 horas o Ilariô de Pirambu. Depois de almoçar no Bar da Amendoeira, seguem para os povoados Aguilhadas e Lagoa Redonda, onde nasceu a genitora de Leonardo, a senhora Creuza Dias.

Por Comitê Municipal do PCB/Pirambu

Nenhum comentário:

TODAS AS NOTÍCIAS